Estudos


É de 2000 e entra a matar:

O trabalho que aqui se apresenta pretende dar conta da forma como o sistema educativo e, em especial, os professores se desresponsabilizam pelo fracasso escolar dos seus alunos e pretendem legitimar o processo recorrendo à psicologia.

A amostra é restrita em termos geográficos (um concelho do interior norte) e de anos de escolaridade (primeiro ciclo), mas as conclusões são imponentes.

Do ponto de vista quantitativo estamos em presença de valores incompreensíveis e que só uma interpretação mais qualitativa e por conseguinte mais subjectiva nos permitirão (senão entender o fenómeno) fazer algumas considerações: 1. o envio de alunos aos serviços de saúde (pedopsiquiatra e psicólogas) significará que o sistema e os professores atribuem a não aprendizagem a problemas de natureza cognitiva e comportamental logo estamos em presença de uma psicologização do insucesso escolar; 2. a ida do aluno a um pedopsiquiatra e a um psicólogo, por si só, tem capacidade para legitimar a retenção do aluno; 3. como resultante das duas ordens de ideias, antes referidas, a escola como um todo e a organização local e o corpo dos professores, em particular, podem assim desresponsabilizar-se do fenómeno insucesso escolar massivo dos seus alunos.

Poderá existir por aqui alguma razão, mas… eu sublinho aquela parte ali acima…

OECD Foreign BriberyReport

Trends in Income Inequality and its Impact on Economic Growth

A CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO
SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO EM PORTUGAL

… fica aqui em imagem.

PG Pub28Dez14

Público, 28 de Dezembro de 2014

João Amador e Ana Cristina Soares, os autores daquele estudo que diz que o pode negocial dos trabalhadores portugueses é muito elevado e dificulta as margens de lucro.

Concorrência na economia portuguesa: estimativas para as margens de preço-custo em mercados de trabalho imperfeitos

O Umbigo conseguiu uma imagem dos autores no seu processo de produção intelectual:

Casal

Perceções sobre o modelo simplificado da avaliação de desempenho docente : uma análise na blogosfera portuguesa

Com base no Profblog, Terrear e Umbigo nos anos de 2010 e 2011.

Página seguinte »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.043 outros seguidores