O Relvas


O significado do regresso de Relvas a uma posição clara de facilitador significa que o seu amigo Pedro só é PM por procuração e que nunca teria chegado onde chegou sem o seu amigalhaço de todos os negócios e ascensões.

E significa que o gozo alargado com os portugueses assumiu uma feição institucional.

Que a falta de vergonha que se apontava ao engenheiro se encontra agora no economista. Uma licenciatura ao fim de semana de um não pode encobrir o camião de equivalências de outro.

O estado de degradação ética da política atingiu, de novo, patamares de completa falta de pudor e de sensação de impunidade. O que significa que o actual estado de calamidade é o mesmo que já vivemos. Mas muitas das alternativas são activamente coniventes, pois todos vivem rodeados por swarovskis. E outras têm, medo.

Ele sabe porquê e porque pode voltar assim.

E isto não é coisa que eu diga de ânimo leve ou apenas agora, porque o disse em devido tempo, em público, perante os emissários.

Mesmo que tenha de pagar por isso.

Mas não sou seguro. Sou o tal gordo esquivo.

Visao6Mar14

Mas antes ao lado, que sempre podes levar uma cotovelada, do que atrás.

Relvas: “É ao vosso lado que quero caminhar”

Apenas regressou o facilitador a um lugar onde os deixa mais visível para todos aqueles que querem ser facilitados.

Relvas “surpreso” com “análises patéticas” ao “mistério” do seu regresso

… para potenciar contactos e facilidades ao serviço do espírito empreendedor deste grande vulto da sagacidade empresarial nacional.

PSD: Relvas garante que ingresso no Conselho Nacional «não é regresso à política activa»

Relvas abriu empresa de consultoria este mês

O antigo ministro intensificou atividade empresarial no mês em que regressa a cargo político. Passos Coelho tem o “braço-direito” à disposição para batalha eleitoral de 2015

As últimas atividades empresariais de Miguel Relvas mostram que o regresso à política – para o órgão maior do PSD entre congressos, o conselho nacional -não significa um abrandamento da atividade profissional de consultor.

O antigo ministro constituiu, aliás, este mês uma empresa de “consultoria para os negócios e gestão”, que tem o nome de “M.F.Relvas – Planeamento Estratégico, Lda”.

Antero138

(c) Antero Valério

nc_tampax

mn_cisco

Tribunal Constitucional declara inconstitucionais comunidades intermunicipais

Juízes do Palácio Ratton chumbaram uma das reformas bandeira do ex-ministro Miguel Relvas.

 

é sobre a problemática de os animais que vivem na selva não nos abrirem a porta por serem de estimação. Acho que é uma questão crucial, já que na selva onde a mão do homem nunca pôs o pé se podia colocar um carro simpático da gnr para efeitos de cordialidade; proponho eu que com iva nivelado na inclinação apropriada.

 

 

Dizer que o relvas caiu porque enfrentou poderosos grupos de interesses quando ele apenas queria instalar os que lhe eram fiéis.

Depois d’o vara penso ser o segundo anjo que cai por ter mais ganância do que engenho. Mais saloia esperteza do que inteligência.

Uma boa descrição do não-assunto.

A saída de Relvas:

Reacção de Nuno Crato:

Entrevista de Nuno Crato:

Fica aqui: IGECLusófona.

Não prova os dois meses na gaveta, mas uma tramitação estranhamente lenta durante o mês de Março.

Depois há uma sucessão de despachos que fazem lembrar a carta de Seguro para a troika.

IGEC

Estou momentaneamente mais animado. E não é por ser – MESMO! – licenciado, é porque a equivalência é outra.

Menos outro!

 

Não, não morreu.

… por isso não abuses da nossa paciência com conversas da treta.

“Sei que só a história me julgará convenientemente e com distância”, afirmou o ministro demissionário.

ORelvas

O gajo demite-se e eu estou a dar aulas e só sei quando estou longe de um computador?

Phosga-se… ia ficando com o anímico todo em baixo…

calimero

Ligeira adaptação de uma sugestão do Jorge Martins:

Página seguinte »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 836 outros seguidores