A Flora Assassina


e, enquanto Professor, o meu trabalho e o dos alunos será na Escola!

Enquanto se mantiver a falsa pedagogia dos idiotas e não os conseguir retirar da bosta para todos!

 

 

 

 

 

e apareceu-me amen.pt

Sacraste, um Fafe que duvida terá salvação?

 

 

Quem continuam a ser os a’men?

 

 

 

 

 

 

Coiso?

 

 

 

 

 

 

 

aquela parvoíce do “eu diria que“, expressão largamente divulgada pelo demi-léque.

Prevejo que na próxima estação a necedade evolua para o “eu diria quaisi“.

iaia

na net – porque  os tipos da meo se atreveram em cucos.

 

E lecciona!

Quanto ganha um “trabalhador” da CP/Carris/Soflusa/Metro quando não está em greve?

pariu a montanha, disse em tese a parteira sem licença.

… não há por aí uma crönic’augusta?

Quer dizer que, se há tribunais superiores, proliferam tribunais inferiores?

Parece que alguns desocupados encontraram ocupação.

Obrigado, pá!

um da construção (SCP) exige que vão para o desemprego os operários que se descobriu subsistirem em condições desumanas numa obra da PT na Covilhã.

Vivi por lá 5 anos, aprendi na altura uma expressão covilhanense que se lhes aplica completamente.

A culpa é de um vírus numa impressora.

Já vi isso num filme.

Página 9 do manual. E quem se terá esquecido de rever o documento?

Socialismo, procura-se (m/f/g).

Não sei se hei-de levar à discussão o caso do Bairrão, talvez igualmente induzido –  ou o do baixinho procurador encarregue de procurar a República – recortando o que não lhe interessava, um escultor.

o rossio aos rossienses, já!

La ‘crisis del pepino’ provoca pérdidas “cuantiosísimas” a la agricultura española

La ministra de Medio Ambiente admite que lo que está ocurriendo afecta a la producción española.- Los agricultores almerienses calculan las pérdidas en más de seis millones de euros al día.

Pepinos contaminados fazem mais uma vítima

As autoridades de saúde da União Europeia estão reunidas para debater o surto de gastroentrite causada pelos pepinos contaminados por uma bactéria perigosa.Na Alemanha, a Ordem dos Médicos procura apelar à calma, sublinhando que o surto é controlável. Apelos lançados numa altura em que o balanço subiu para 11 mortos.