Concursos


Materiais preparados para o protesto de hoje quanto às normas do “concurso” intercalar em decurso.

Caso 1:

CARTAZ 1 (2)

Caso 2:

CARTAZ 2 (2)

 

Anúncios

… que anda muito escassa em respostas às escolas.

Recebi estas por mail… à primeira eu sei a resposta, mas…

1. Situação dos QZP – não sendo obrigados a concorrer agora têm que concorrer às necessidades transitórias mesmo tendo horário na escola?
2. Regime jurídico das faltas por doença e a sua equiparação a efetivo serviço docente (cf. informação nº B14015519V de 4 de julho de 2014). É para efetuar ou não a recontagem de tempo de serviço?
Alerto que umas escolas estão a rever e outras não o que vai gerar desigualdades e injustiças no processo concursal.

 

Diz-me o candidato que preencheu tudo, mas… sai sempre à casa um par de duques.

Crash

Fica aqui: Manual de Instruções – Concurso Professores 2015,

Concurso15a16

Divulgada com autorização da autora:

Bom dia
O meu contato vem na sequência dos meus contatos anteriores sobre a lei que irá permitir a entrada para os quadros do MEC (provavelmente enquanto QZP) os contratados que tiveram nestes últimos 5 anos a grande sorte e em alguns casos grande favorecimento de algumas direções esclares.
E venho perguntar o que foi feito e o que será feito para evitar esta injustiça e mesmo esta ilegalidade. Sim porque isto pode estar legislado e até em vigor mas é uma lei que promove a desigualdade e o favorecimento e claramente inconstitucional e contra o espeirto do Código do trabalho e das leis laborais que regulam TODOS os setores de atividade económica. Como vão os sindicatos explicar a TODOS os contratados a concretização disto? Como esperam os sindicatos e vocês na ASPL sobreviver depois disto?
No meu caso em particular, tendo já mostrado e enviado para vocês um exemplo concreto de favorecimento e irregularidade no que respeita às contratações no AE da (…) nos últimos anos, mesmo que as renovações posteriores fossem legais as contratações iniciais NÃO o foram. Como posso eu aceitar a vossa inatividade? Que esperar de pessoas que passaram a “efetivas” depois de terem “cilindrado” tudo e todos? Atropelado a lei com toda a desfaçatez e terem agora o seu prémio? Que esperar do seu desempenho profissional quando a sua conduta pessoal é abjeta?
Que esperar desta gente que quando confrontada com as suas ações as negam como virgens ofendidas e em simultaneo se RIEM, sim SE RIEM na cara dos outros, amesquinhando-os insinuando que foi pela SUA COMPETÊNCIA QUE VÃO EFETIVAR. QUE SÃO MELHORES QUE OS OUTROS E QUE OS OUTROS NÃO VALEM NADA. E que quando confrontadas TAMBÉM NÃO ESCONDEM AS SUAS LIGAÇÕES POLÍTICAS E ASSOCIATIVAS E AS SUAS AMBIÇÕES.
Querem os sindicatos lidar com este tipo de pessoas? É esse o futuro que desejam?
EXPLIQUEM-ME PORQUE É QUE AINDA NãO FIZERAM NADA?
EXPLIQUEM-ME a mim professora profissionalizada desde 1997. Contratada há 18 anos, Com 15 valores de média académica na licenciatura e 16 de estágio pedagógico realizado numa universidade pública a FLUL E SEM FAVORECIMENTO!
Atentamente e a aguardar uma resposta se me a puderam dar.
a vossa sócia
Sandra Baião

Fica aqui: Concurso2015a16.

Página seguinte »