Momentos


hoje és o meu pai e vais nos gestos que virão
imperfeitos como a vida e que serão só os meus

pai dá-me a tua mão e guia-me de novo
por entre os caminhos desta floresta sombria
de árvores decepadas

 

olinda_gil

Eu vi que já foi divulgado, mas a saudade…

 

III

Pobres, gritai comigo:

Abaixo o D. Quixote
com cabeça de nuvens
e espada de papelão!
(E viva o Chicote
no silêncio da nossa Mão!)

Pobres, gritai comigo:

Abaixo o D. Quixote
que só nos emperra
de neblina!
(E viva o Archote
que incendeia a terra,
mas ilumina!)

Pobres, gritai comigo:

Abaixo o cavaleiro
de lança de soluços
e bola de sabão
no elmo de barbeiro!
(E vivam os nossos Pulsos
que, num repelão,
hão-de rasgar o nevoeiro!)

[José Gomes Ferreira] in Poesia I

 

no campo é um descanso!

 

 

O capitalismo dos quarks e dos leptões.

que não nomeie quem me deve não é orçamento nenhum, mormente se continuam a filosofeirar. E antes, que vai atrasada, tem que actuar a Justiça, sob pena de os Miseráveis terem que actuar sobre os idiotas que a parasitam. E é assim que se resolve a Democracia, aquela coisa que não admite escravos, queiram ou não.

Estão citados, avisem-se.

Página seguinte »