Os cursos básicos de Música que são ministrados pelas escolas artísticas aos alunos do ensino público vão passar a ser financiados por verbas comunitárias. Para já, poderão ficar sem apoios, uma vez que o financiamento do Ministério da Educação chegou ao fim em Janeiro. É o que diz uma nota da Direcção Regional de Educação do Norte (DREN) e foi transmitido, por telefone, a vários responsáveis de escolas de Música. O Ministério da Educação (ME) assegura que não será assim.

E a APEDE não faz (fez) nada? Terei sido claro? Qual Janeiro, se somente se deram (nos deram) conta em Março?

promulgo contrariado

O estudante de 17 anos hoje esfaqueado por um colega na escola secundária de Soure foi alvo de uma intervenção cirúrgica ao tórax durante a tarde e encontra-se «estável», disse fonte do Hospital Pediátrico de Coimbra (HPC).

A “estabilidade” continua.

A obrigatoriedade de os professores bibliotecários darem aulas a uma turma foi hoje publicada em Diário da República e estabelece apoio individual a alunos para os casos em que não seja possível aplicar a regra.

A portaria de 2009 sobre esta matéria previa que os docentes em tais funções pudessem optar por manter uma turma, ficando dispensados da componente letiva, exceto se o número de alunos matriculados no agrupamento ou escola fosse inferior a 400. Teriam, neste caso, uma redução de 13 horas na componente letiva.

Agora, o Governo vem adequar este preceito legal à resolução do Conselho de Ministros de dezembro de 2010, «salvaguardando a diversidade das situações em que se encontram os docentes atualmente a exercer funções como professores bibliotecários».

Mas,  mas… a diversidade?

Recebi agora, via ilustre ctt, isto:

Nome do Utilizador: eu
Entidade: ViaCTT
Conta: Informações
Documento: ViaCTT – nova funcionalidade de Partilha

Esta mensagem é gerada automaticamente. Por favor, não responda a este e-mail. Para mais informações ou esclarecimentos, não hesite em contactar a nossa Linha de Apoio através do número 808 20 20 29 (custo de chamada local) ou do endereço info@viactt.pt.

Com os melhores cumprimentos,

ViaCTT www.ViaCTT.pt
CTT Correios de Portugal

E andam nisto há que tempos. Para pagarmos – mais a “chamada local”.