Aquele presidente que presidiu hoje foi demais,  a esta hora está d’avental a fazer a figurinha. Pim!

A apanha da azeitona abre o apetite…

Diz que na Soeiro Pereira Gomes, 3, aquilo está um vale de lágrimas.

Aproveito para exprimir as minhas sentidas condolências aos órfãos.

Estamos de parabéns, inventámos novos números. Os pilhéricos.

Assim, por definição, um número pilhérico é um objecto matemático do caraças.

Excerto ouvido com estas órelhinhas que a terra há-de fazer o obséquio de poupar durante uns tempos, à porta de uma escola da qual saíam encarregadas de educação de uma reunião.

  • Diz a mamã um, com voz umas oitavas acima da média: Mas isso no Parque Eduardo VII é para comer no cu!
  • Responde a mamã dois, em tom mais normal, mas…: Sim, mas é só à noite.

O educando da segunda, observador, acenava a cabeça.

Confesso que não estou a contestar o rigor factual das afirmações, que nunca confirmei in vivo e muito menos in rigor mortis.

Apenas acho que, sei lá, este país já não se está a transformar num pântano. Apenas é o monturo de lixo que os indígenas do pântano colocaram do lado de fora por poluir o ambiente.

E a modos que é assim.

Com 27 euros.

Seguramente indicado para o Conselho Geral de Estudos Judiciários.

O porto perdeu.

Obrigado, Olinda.

We’re not Greece. We’re not Portugal.

Quero saber onde é a manifestação de repúdio por mais uma do Bush Barak.

Se eu me chamasse Ramiro, Nobre seria a minha última escolha. Nem escolhia.

Sei lá, pá, caraças!, é muito… coiso.

.

Que é como quem diz, o Futre é que não sabia disso. E a Alçada ainda não descobriu.

Autorizada a usar iPod nos exames

Uma jovem aluna de uma escola privada de Edimburgo, Escócia, acaba de ganhar em tribunal um caso sem precedentes: o juiz reconheceu-lhe o direito a ouvir música no seu iPod durante os exames porque, alega a jovem, não se consegue concentrar sem música. O juiz determinou, porém, que o iPod só pode ser usado durante os exames se as músicas forem descarregadas por um professor, para evitar ‘auxiliares de memória’ escondidos

Derrocada do PSOE nas eleições regionais e municipais de Espanha

“pintelhices”