Violência


Tamir Rice shooting: Latest updates on boy shot by Cleveland police

Só se admira quem não vê certas coisas à porta das escolas e por aí, com o beneplácito destes justiceiros parentais que culpam tudo e todos por aquilo que são apenas as suas próprias falhas e incapacidades. Mas, as culpa não é del@s.

Desta vez, foi em Abrantes.

Estudante esfaqueou 19 colegas numa escola dos EUA

Quatro dos feridos em estado crítico. Ataque junta-se a longa série de tiroteios que frequentemente provocam mortes em estabelecimentos de ensino.

Apesar do tique no olho denunciar algum nervosismo, e engenheiro chamou burro e papagaio ao Rodrigues dos Santos ali mesmo, ao vivo e a cores.

Foi um momento bonito de luta livre.

… é interessante como alguém concorda em pagar uma indemnização (mesmo que pequena) e admitir que errou depois de alegar não ter feito fosse o que fosse.

Sendo um presidente de uma AP, é realmente um “excelente” exemplo… quando se anda por aí tanto a falar de aumento de indisciplina nas escolas.

Com exemplos assim em casa…

JN31MAr14

Jornal de Notícias, 31 de Março de 2014

… enquanto se espera que alguém tenha coragem para uniformizar critérios de registo e actuação, em vez de encobrir.

Miúdos com raiva de gente grande

O retrato oficial é de um país com escolas tranquilas mas, aqui e ali, contam-se histórias de agressões entre jovens com graus de violência que impressionam.

Eu podia explicar, mas já me cansa.

Claro… o crime pode ser não violento e a violência pode não ser criminosa e obladi-obladá.

Segundo a Procuradoria Geral Distrital de Lisboa, em 2013, aumentou o número de crimes na escola.

Página seguinte »