Utilidades


O primeiro-ministro anunciou que os trabalhadores do sector privado vão passar a descontar 18% para a Segurança Social em 2013, em vez dos actuais 11%. Na prática, cada trabalhador vai perder o equivalente a mais de um salário líquido no fim do ano.

Para fazer as suas contas, a Renascença desenvolveu um simulador. Pode descarregar AQUI a calculadora. Qualquer dúvida, pode enviar um “e-mail” para online@rr.pt.

Clicar na imagem para aceder.

No Ad Duo:

Concursos – Guião para prazos de aceitação e apresentação

No Blog DeAr Lindo:

Permutas de professores

O Código do Trabalho num só documento

Como escrevi num comentário… há escolas a funcionar depois do último concurso para entrada nos quadros, pelo que não têm propriamente quadros de professores efectivos. Conheço algumas, mas não muitas, na minha zona. Eis uma e outra

Mas pelo país há mais… quem as indica?

E depois seria interessante que quem passa por aqui dissesse se na sua há vagas, ao arrepio da tendência geral.

Chegaram à DREN em duas versões na noite de dia 19, mas mais a sul só foram chegando ontem.

Fica aqui a versão considerada (provisoriamente, porque muito ainda há a esclarecer) consolidada: MEDIDAS PARA PREVENÇÃO DO ABANDONO ESCOLAR 2.

O que deve saber sobre os exames nacionais

Clara Viana

Existem várias novidades este ano para a realização dos exames nacionais. Saiba quais em cinco perguntas.

Má Despesa Pública

Sobre duas matérias sensíveis e nem sempre bem tratadas: Educação Sexual e Tutorias.

Clicar nas imagens para mais detalhes.

Em especial para as salas TIC depois de utilizações mais intensas, quando os monitores ficam muito sujos e perdigotados, eis um site que indica como proceder para fazer a limpeza eficaz dos monitores, sem os estragar e de forma ecológica.

O Público afirma que vai disponibilizá-los a partir da meia-noite, aqui.

Três partes de uma boa ginja (se possível da caseira, daquela que faz as minhas delícias todos os Natais, cortesia de uma colega minha que é uma verdadeira senhora), uma parte de bom vodka (ou médio, que se lixe) e dois cubinhos médios de bom gelo (do normal também serve, não é preciso ser de Evian, pode ser de Torneiran).

A partir da segunda dose (generosa, claro! usar corpos amplos, por causa da respiração…), as coisas tornam-se agradavelmente menos nítidas.

Não digam que isto não é serviço público.

… e nas escolas é difícil gerir, sem o apoio técnico indispensável. Muito menos com encaminhamentos para os centros de saúde e hospitais, para consultas que demoram meses a ser feitas, quando não são adiadas. Não é que uma ou duas leituras cheguem, mas pelo menos ajudam a compreender.

Where Do Bad Ideas Come From?

And why don’t they go away?

As reedições são de meados dos anos 80, mas os originais são quase seculares.

(c) Francisco Goulão

Paulo,
.
Penso que já na altura do anterior congelamento veio à baila a questão dos anos bissextos para a contagem efectiva de todos os dias de serviço para efeitos de progressão.
Mas estando perto de um novo congelamento e havendo certamente muitos casos de colegas que por poucos dias ficarão sem mudar de escalão – casos de quem mudará nos primeiros dias de Janeiro – nunca será demais solicitar que verifiquem nos serviços administrativos das suas Escolas se, efectivamente, foram desde sempre contabilizados os dias dos anos bissextos.
Há Escolas com Direcções atentas, mas o que infelizmente ainda vamos assistindo é que alguns directores parecem não estar muito interessados em que os colegas usufruam dos seus direitos.
Peço, se achares conveniente, a divulgação no Blogue.
.
Abraço,
.

Maurício

Em formato pdf, agora que não posso ser acusado de provocar danos comerciais, ficam aqui os rankings do Público, enviados pelo J. J. Cardoso:

E já agora o pdf do documento dos Padrões de Desempenho, com o despacho acoplado, chegado via Ad Duo, Arlindovsky, Dr. Shue, Luís Ferreira e Valério, num intervalo de poucos minutos. Isto é que é eficiência.

Já agora os rankings online do I para Escolas Básicas e também para as Secundárias, permitindo consultar por distrito e concelho.

Green technology: how schools can cut ICT spending

Simple efficiency measures in schools’ use of technology are often all that’s needed to save energy, resources and the environment

« Página anteriorPágina seguinte »