Tio Patinhas


Cofres

IAVE critica exposição pública da prova dos professores

O presidente do Instituto de Avaliação Educativa (IAVE) afirma que se pouparia dinheiro se os exames pudessem ser reutilizados.

Não vi pessoalmente, mas foi-me contado como o Iavé anda a publicitar os seus exames very british pelas televisões. Não sei se é apenas sedução aos órgãos de comunicação social, através do patrocínio de viagens lá fora, se é mesmo coisa paga.

Seja como for, é dinheiro gasto para sacar dinheiros aos encarregados de educação que pretendam uma certificação que vale muito pouco, ao contrário do que se afirma.

Os certificados do ano passado, por exemplo, de nada servirão quando os alunos que os fizeram chegarem ao 12º ano.

Mas, ainda a propósito de reutilizações… consta-me que o papel higiénico tem dois lados mas nem por isso consta que… :mrgreen:

A fundamentação jurídica é de 2011, nunca foi aplicada aos professores devido às especificidades do seu horário, mas parece que agora já serve aos cardeais mais apressados em fazer poupanças.

2015-jan Tesourinho Deprimente

 

Já nem se fala no resto…

MEC recomenda às escolas que cobrem por senhas de almoço não usadas

Agrupamento de Escolas Lima de Freitas, em Setúbal, está a cobrar mais do que o dobro do valor sugerido pelo ministério e aplica a medida também aos alunos carenciados. PCP questionou Governo sobre a situação.

… chegou o segundo lote de manuais para os meus alunos do 8º ano. Infelizmente, não chegou ainda o de História e o último teste do período está marcado para os próximos dias em todas as turmas.

Uma das turmas tem 77% de alunos carenciados, a larga maioria deles do escalão A.

E depois digam-me que o problema do insucesso escolar se resolve com questões o tipo cheque-ensino. Há quase 20 milhões para isso mas não há para fornecer os manuais aos alunos carenciados?

E querem redução dos custos intermédios com fotocópias, o que impede o fornecimento de fichas informativas? Como fazem os alunos? Para passar apontamentos, do ponto de vista dos alunos, um quadro de ardósia ou interactivo é o mesmo.

Ide gozar com as vossas contas bancárias…

… como pode ser muito prejudicial a lógica do custo mínimo…

What’s Wrong With Low-Cost Private Schools for the Poor?

“A reformulação para a DRELVT significa que a forma de dividir iria implicar que uma turma tivesse crianças de mais do que dois anos diferentes, o que seria bem pior. O Ministério da Educação prefere ter uma turma ilegal, como é o caso daquela com alunos a mais e crianças com necessidades especiais, só para não abrir uma quarta turma e não gastar dinheiro com mais um professor”, critica Carlos Simões, da Associação de Pais e Encarregados de Educação.

Página seguinte »