Sondagem


Digam lá o que disserem os especialistas e frequentadores dos corredores e gabinetes que andam por lá por não serem capazes de fazer outra coisa em condições e nem mesmo essa a sabem fazer.

Exp21Set13a

Ao contrário do que querem fazer crer, não é professor quem não sabe fazer outra coisa. Quem não sabe fazer nada de útil é que é quadro permanente ou esperançoso contratado da política, consultoria ou assessoria.

Se as coisas se devem decidir – como alguns afirmam – com base no grau de satisfação dos “clientes” numa lógica de mercado, o que é que os ex-relvettes, ex-borginhos, ramirílios, rosalinos e outros seres igualmente dispensáveis para o bem estar geral têm a dizer sobre isto?

Que justificação existe, portanto, para a cruzada anti-professores do actual governo, sendo ele formado por uma cambada de ineptos que seriam incapazes de gerir uma semana de aulas no 3º ciclo em ambiente não protegido?

Quem serão os verdadeiros encostados ao Estado? Os que conseguem satisfazer aqueles para quem trabalham ou a rafeiragem que infesta o aparelho político que nos desgoverna?

Exp21Set13

Expresso, 21 de Setembro de 2013

PS a cair e Passos Coelho a subir

Passos fica mais perto de Seguro. PS desce 2,1% nas intenções de voto.

Espantoso como numa situação como esta a Oposição não consegue impor-se nem nas sondagens. Haverá maior demonstração de incompetência que é impossível encobrir com coreografias retóricas, negociais ou de rua?

PSD resiste à crise e mantém-se colado ao PS

Parece que hoje há conferência de imprensa de um conjunto de sindicatos, com a liderança da Fenprof e não se percebe se com a presença ou ausência da FNE, pelas 18.45 (que raio de hora).

Entretanto, em dia que para mim equivale a um segundo dia de greve pois faltei a todas as minhas reuniões para simplificar a escala de serviço, fica aqui a consulta sobre a continuação da greve às reuniões de avaliação ou uma pausa para o MEC mostrar algum interesse em resolver o diferendo sendo que, neste caso, as reuniões acabam por ficar todas feitas…

CONSULTA NACIONAL AOS PROFESSORES E EDUCADORES PORTUGUESES

Estando em preparação um processo de decisão de ações de contestação e luta, pedimos que nos informe, até às 14:00 horas do dia 21 de maio 2013, sobre quais as formas que considera mais adequadas de combate às medidas que o Governo pretende impor.
Até agora:
 
FNE

SondaGreveExa

Quanto a isto tenho, por enquanto, apenas dois reparos a fazer:

  • É mesmo verdade que quem não está para fazer um recurso hierárquico após um indeferimento com quase nula fundamentação jurídica do pedido de escusa para classificador externo tem cabedal para uma greve aos exames?
  • Estão os delegados e dirigentes sindicais que não resistem a ser avaliadores dos colegas e não conseguem boicotar essa função em condições de (n)os mobilizar para este tipo de luta? Ou alguém em seu lugar?

Em caso de resposta afirmativa a ambas as questões…

… eu vou perguntando, guardando para depois coisa mais explícita e demorada sobre o que acho do assunto. A ideia não é desatar propriamente à pedrada, mas perceber da disponibilidade para percorrer um caminho que já foi tentado em inícios de Sócrates.

.

Votar em algo que depois não se pretende fazer também é… meio coiso.

E não é do Solnado, mas é o de um grande actor.

José Sócrates vai ser entrevistado na RTP1 e vai ser um sucesso (muitos S) de audiências. Nem que façam um especial com as pivôs não políticas da SIC e TVI em nu integral, o país político deixará de ceder ao mórbido fascínio de ver o engenheiro (a quem ontem na TSF aconselhavam fato escuro e gravata em tons de azul sem riscas). Até o equivalente não hesitaria entre as duas opções, apesar de deixar gravados os outros canais para deleite posterior.

E eu acho bem. Discordo do programa de opinião, mas é verdade que discordo há muito do oligopólio exercido no comentário político por políticos no activo ou adormecidos. Agora acho que a entrevista é mais do que relevante, apenas achando que não deveria ser feita por gente da casa e espero, sinceramente, que não seja por quem o convidou para o outro programa.

Entretanto, fica a sondagem…

Ligeira adaptação de uma sugestão do Jorge Martins:

Seguro é o líder mais popular

Sociais-democratas descem três pontos na Sondagem Expresso/SIC Eurosondagem e já estão a oito dos socialistas. PSD e CDS somados já quase não conseguem ultrapassar o PS.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/seguro-e-o-lider-mais-popular=f767422#ixzz2CSmKJvUu

« Página anteriorPágina seguinte »