Requerendo…


Exmº Sr:
Diretor Geral do Recursos Humanos da Educação
Mário Agostinho Pereira
Av. 24 de Julho, nº142
1399-024 LISBOA

REQUERIMENTO

Nome:            portadora do BI           Residente em         , docente de QZP -04 opositor ao concurso Mobilidade interna 2012/2013 constante na lista definitiva de não colocação com o nº     de candidato          e nº de ordem             ; vem expor a V. Exª o seguinte:

– Agrupamentos há que estão a atribuir horários completos a docentes colocados por Mobilidade por doença ao abrigo do Despacho nº 6042/2012, ignorando o estipulado na alínea b) do artº 26º, na alínea b) do artº 28º e no nº 3 do artº 37º do Decreto – Lei nº 132 de 27 de junho de 2012.

Assim sendo, vem requerer a V. Exª esclarecimento de tal situação em virtude de estar a ser lesado pelo facto de estes docentes estarem a ocupar vagas, que seguindo as diretrizes do descrito no ponto 4 da nota informativa emanada pela DGAE datada de 5 de setembro de 2012, esses docentes seriam colocados após mim que sou docente de QZP.

Pede deferimento

Data:—————-

Assinatura:_________

O engraçado é que isto seguiu para os grupos parlamentares e tudo…

REQUERIMENTO 2

 

Exmº Senhor Reitor da Universidade Lusófona

Campo Grande, 376,

1749 – 024 Lisboa

reitoria@ulusofona.pt

Zézé Camarinha, macho latino, gigolô de profissão, a residir na travessa das cambalhotas, sem número, em Portimão, Algarve, sem morada fixa principalmente no verão, vem requerer a V. Exª se digne conceder-lhe o grau de Doutor “Honoris Causa” em Relações Internacionais e Turismo pelo reconhecimento da sua competência, valorização e experiência profissional adquirida ao longo da vida, conforme Decreto Lei 74/2006 de 24 de Março.

O requerente baseia-se na sólida experiência e preparação teórica e prática adquirida na relação com as turistas de várias nacionalidades, contribuindo de forma acentuada para a melhoria do turismo algarvio e um aumento significativo do nosso Produto Interno Bruto. É um profissional que, individualmente ou em equipa é capaz de observar e avaliar rapidamente todas as componentes que definem determinados contextos e intervir neles directa e activamente sem razões de queixa para ninguém.

Domina todas as línguas maternas e na linguagem gestual não tem limites, dá ênfase à sua formação profissional concebendo o turismo como um fenómeno a rentabilizar, dando satisfação às turistas sem prejuízo para o ambiente e para os residentes nacionais. Tanto sabe tossir em dinamarquês como espirrar em sueco. Mantém níveis elevados nesta actividade altamente competitiva e globalizante, preparando-se para os novos paradigmas de desenvolvimento turístico que farão de Portugal um país muito melhor.

Assim sendo, PEDE DEFERIMENTO

 

Portimão, 9 de Julho de 2012

 

O Requerente: Joseph Camarinha

Exmº Senhor Reitor da Universidade Lusófona

Campo Grande, 376,

1749 – 024 Lisboa

reitoria@ulusofona.pt

 

Por lapso, acabei de receber, indevidamente, 2 requerimentos dirigidos ao senhor reitor da Universidade Lusófona, para apreciação curricular.

Desta forma, por ser um assunto do maior interesse para essa Universidade, e tendo em conta o, aparente, também interesse premente dos requerentes, seguem em anexo os referidos requerimentos.

Aproveito a oportunidade para lhe enviar os meus mais respeitosos cumprimentos e as minhas mais vivas felicitações pela forma como tão dignamente, essa Universidade, tem contribuído para a melhoria do ensino e da educação em Portugal.

Sem mais de momento, aceite-me como um admirador sincero de V. Exª

 

Francisco Teixeira Homem – BI 7356693

(professor, com 13 anos de formação no ensino público universitário, antes de Bolonha)

 

  ________________________________________ 

REQUERIMENTO 1

Exmº Senhor Reitor da Universidade Lusófona

Campo Grande, 376,

1749 – 024 Lisboa

reitoria@ulusofona.pt

 

 

A signatária é Guilhermina Condon Pito, profissional da prostituição, Condon da parte da mãe e Pito da parte do pai, mais conhecida por Guilhermina Pito, “Pitinho” para os amigos, moradora na rua das Pegas, nº 69, Coina, concelho do Barreiro, distrito de Setúbal.

Saiba V. Exª que a minha profissão ao longo de mais de 30 anos de trabalho árduo, sem horário, de busca e de total entrega a longas e profundas experimentações e ensaios que considero científicas, significa o culminar de um trabalho que não deixa de ser académico e de ensino e pesquisa permanente, de grande relevância para um ramo de investigação como é a área do conhecimento científico da Sexologia. Trabalhei com equipas jovens e até veteranas, de forma isolada e em grupo, o que me conferiu o domínio do conhecimento e a possibilidade de ensinar numa perspectiva teórico-prática, com recurso a suporte audiovisual, sempre que necessário, e uma participação activa do aluno ou alunos envolvidos, conforme o caso. Adquiri, por isso, conhecimentos necessários ao diagnóstico, classificação, avaliação e intervenção de todo o tipo na área da sexualidade. Tenho um domínio completo em todos os instrumentos de intervenção e na avaliação dos mesmos nesta área.

Desta forma, venho requerer a V. Exª se digne reconhecer, através da atribuição de créditos, a experiência e competência profissional que fui adquirindo ao longo da vida, tendo por base o Decreto-Lei 74/2006, atribuindo-me o Doutoramento em Sexologia.

PEDE DEFERIMENTO

 

Coina, 9 de Julho de 2012

A requerente

Guilhermina Condon Pito