Quezílias


Uma demissão mesmo em cima da anunciada extinção ou implosão ou…?

DCoimbra19Dez12

… com a conversa de blogue,  o que lhe interessa é a luta (desde que faça uma pausa em Agosto), mesmo as que não travou ou aquelas a que chegou com muito atraso.

Na página 15 do DN (penso que a peça não tem link) é possível avaliar, pelas entrelinhas e não só, o quanto os representantes se irritam com a maralha, a arraia-miúda, que mantém certos assuntos em discussão, sem calendarização formatada e concertação com estratégias mais abrangentes.

Os blogues chateiam-no, alguns pelo menos. Longe vai o tempo em que pedia para pedirem. Ou sugeria para sugerirem. Não interessa agora recordar os tempos em que chegaram a pensar que poderiam conquistar pela sedução os recantos desalinhados. Agora é mesmo pela intimidação e, como se vê por alguns comentadores, pela pura provocação.

Colega Mário Nogueira, não se irrite connosco, a malta dos bloguezecos. Comigo já é habitual, não é novidade, já me habituei. Recordemos as reuniões em que eu era tratado não pelo nome mas por aquele fdp por alguns camaradas seus, teoricamente meus colegas de profissão. Nunca tratei assim, nem tratarei, essas pessoas. Sabemos que é verdade. Convivemos pouco, mas quem me conhece sabe que o palavrão não é, para mim, uma arma ou uma forma de expressão habitual.

Agora mais a sério, tente estabelecer um novo pacto de pacificação e silêncio, como em 2010, com os parceiros. Já percebi que a FNE também concordará. Deixe os homens de mão vir aqui difamar, inventar coisas que nunca escrevi, incomodar família e amigos com insinuações como Santos&Vargas (com outras criaturas na sombra) fizeram e fazem quase todos os dias. Coisa que nunca fiz, como é sabido e pode ser testemunhado.

Não se irrite, repito, aproveite para desfrutar o resto das férias, o sol na pele, se possível sem areia na virilha.

Não evoque é lutas inexistentes (contra os megagrupamentos), conquistas negociais virtuais (quanto aos horários zero) ou números aleatórios (os potenciais 10.000 horários que se perderiam com os megagrupamentos que não avançaram).

Aproveite para recolher umas ideias, uns materiais para análise, uns números interessantes (como os que o Arlindo tem divulgado) e não se amofine tanto.

Faz-lhe mal. Fica-lhe mal. Até porque nunca o vimos assim tão irritado com a equipa anterior do ME.

Agora que a coreografia e os tangos nunca mais poderão ser os mesmos, enquanto os chatos andarem por aqui, lá iso é verdade…

Temos pena. Mas não muita…

Deputados do PSD denunciam desperdício de dinheiros públicos em escola com apenas uma turma

Os deputados do PSD por Viana do Castelo acusaram hoje a Direcção Regional de Educação do Norte (DREN) de “desperdiçar dinheiros públicos” permitindo a uma escola de Monção funcionar com uma turma do sétimo ano.

Não acho estranha tanta preocupação. Só a acho escassa em outras matérias, outros locais, etc, etc…

… a ministros das Finanças.

PSD já terminou programa de governo

Eduardo Catroga incomodado com propostas do grupo Mais Sociedade avisa António Carrapatoso por sms.
 
E, claro, o sms extraviou-se e veio dar aos jornais, como é habitual nestas coisas do PSD.

Atenção que isto é a forma como se comportam e falam os conselheiros de Estado!

César desmente Bagão acusando-o de ser “delator” do Conselho de Estado

Nova reacção da ministra Isabel Alçada ao encerramento das escolas privadas, será feita uma análise jurídica e serão tomadas providências… ameaça não celebrar contrato com as direcções de escolas que tomem iniciativas de protesto. Isabel Alçada garante que o financiamento é suficiente e que existem também novas escolas para inaugurar, 21 escolas.

Dezenas de escolas privadas em protesto e sem aulas.
Reportagens em: colégio da Via-Sacra, Viseu – Colégio de Maria Imaculada, Leiria – Colégio Rainha D. Leonor, Caldas da Rainha – Externato Albergaria dos Doze e Instituto D. João V, Pombal – Louriçal, Leiria – Colégio S. Mamede, Batalha – 3 escolas em Fátima de instituições católicas, colégio de S. Miguel e…
04:21 Isabel Alçada admite levar a tribunal as direcções dos colégios que não impeçam o encerramento das escolas
05:15 Ministério da Educação não financia as escolas que que não assinarem a adenda ao contrato assinado em Outubro, 39 escolas ainda não assinaram.

Concelho de Mafra, 30 professores despedidos de colégios privados, segundo a direcção das escolas, os despedimentos devem-se aos cortes no financiamento do estado, foram despedidos professores que estavam no “período experimental” (?)
Colégio Santo André e colégio Miramar, grupo G.P.S.

Os protestos no ensino privado, o que está em causa, uma revisão da SIC

Mas quando é que o acesso à carreira diplomática se fez sem ser de forma esmagadora com base no compadrio, no nepotismo, amiguismo e nos últimos apelidos dos candidatos (se possível dois ou três com um “e” ou “de” pelo meio e uma dupla consoante a retocar o conjunto)?

E nem é coisa de direita ou esquerda, é transversal…

O problema é porque agora são gente apenas com um apelido plebeu e cartão de partido?

Diplomatas declaram guerra aos ‘boys’ no MNE

Associação diplomática considera que reformas põem carreira em causa e queixa-se do peso dos nomeados pelos governos.

Os diplomatas estão dispostos a desempenhar as funções que os conselheiros técnicos, nomeados por vários governos, ocupam nas embaixadas de Portugal no estrangeiro.