Publicidade?


FabAncora1908

(1908)

IMG_5519

IMG_5515

IMG_5524

IMG_5520

IMG_5526

IMG_5513

Tem mais de 100 anos, talvez já não esteja no prazo de validade… de uma revista Serões de 1904.

… no intervalo dos jogos do Mundial.

Em algumas estações de rádio – acho que em especial na TSF – havia qualquer coisa parecidas sobre a disfunção eréctil junto aos noticiários desportivos.

Será inteligente chamar “apressadinhos” ou “murchinhos” aos gajos que gostam de ver futebol e esperar que eles comecem a correr em direcção às farmácias?

IMG_5136

Por nada em especial.

IMG_4053

A publicidade sai barata. Os materiais para uma turma em troca de divulgação nacional das marcas? Belo negócio!

Crato foi apresentar “a sala de aula inteligente”, mas “não há nada que substitua o professor”

A Samsung ofereceu os tablets, a LeYa os conteúdos. O ministério diz-se disponível para apoiar projectos deste tipo mas não há um plano nacional para levar estes equipamentos às escolas.

Já se fez alguma avaliação da chuva de portáteis nas escolas? Do e-escolas?

Foto1755Foto1749Foto1753Foto1743

Em exibição no Museu Berardo, a época dourada da publicidade optimista, ali até ao limiar dos Mad Men. Mesmo se com uma amostra nem sempre de primeira linha.

… ver a revista do Expresso colada a uma brochura de uma agência de viagens naquele formato de dupla capa que muitas revista usam em números especiais, duplos, ou apenas para efeitos criativos.

Percebe-se… um folheto-revista separado vai directamente para o caixote do lixo.

Assim somos obrigados a carregar quase 30 páginas compactas de publicidade a viagens na outra fase de um Paulo Portas, colheita de 1988.

 

… dos fluxos publicitários e tanto mais quanto a crise acentua a quebra de vendas reais e faz os jornais (mas não só) ficarem dependentes da publicidade, em especial da de grandes grupos e interesses, capazes de encomendar anúncios de que não precisam, apenas para assegurar boas vontades.

Existirá relação directa entre publicidade nos media e democracia?

FabAncora1908

É a primeira vez que o JNegócios me manda um mail e é logo isto?

E passou o spam do gmail? Tudo porque em tempos mandei um mail ao director, é isso?

Viva.

É tema destes dias a revelação em primeira mão feita pelo Jornal de Negócios do relatório sobre os cortes de custos propostos pelo FMI para Portugal.

Sabe quem foram os primeiros a conhecer estas revelações?
Os Assinantes Negócios Primeiro!

Porque a assinatura digital do Negócios garante que o jornalismo económico de qualidade chega sempre em primeira mão aos Assinantes. Bem antes da publicação em papel – seja do exclusivo mais destacado, da análise mais relevante ou da opinião mais qualificada.

Saiba Primeiro
Entre agora em http://www.jornaldenegocios.pt/assinaturas.aspx e active a sua assinatura.
Para ter ainda mais informação, para ler ainda mais cedo.

E, se assinar agora, pode ainda receber um voucher de 2 noites grátis num hotel de 4* em Lagos. Saiba mais aqui.

Não esqueça que estamos sempre à sua inteira disposição no Serviço de Assinantes: assine@cofina.pt ou tel. 210 494 999 (dias úteis, 9-18h).

Cordiais cumprimentos,
A Equipa do Negócios

VP20MAi08b

Voz Publica, 20 de Maio de 1908

Para que não digam que os alfarrábios não trazem coisas úteis, utilíssimas mesmo. Sendo que a edição do Diário Ilustrado é a de 21 de Novembro de 1906 é possível que o aparato já não esteja em stock.

DiaIlust21Nov1906

 

 

 

Página seguinte »