Petição


Embora saiba que a eficácia destas coisas tende para o nulo.

Tolerância para a não utilização do Acordo Ortográfico de 1990 nos Exames Nacionais

Pela Eleição dos Representantes dos Pais no Agrupamento de Escolas de Monção

A PACC voltou ontem a ser tema de debate na A.R.

PACC – Audição dos peticionários com dia e hora agendada

Pela justiça da vinculação semi-automática

Quem tem medo1

Pela justiça da vinculação semi-automática

Alteração dos rácios de auxiliares de ação educativa nas escolas

Divulgo, mesmo se acho que estas coisas dificilmente se resolvem assim:

Pela justiça da vinculação semi-automática

… defender uma petição que pretende que exista um concurso interno extraordinário para 2014.

Gabo-lhe a dedicação e o esforço mas sei, por experiência própria, que nada disto funciona.

O objectivo do MEC, com os seus parceiros privados preferenciais e a mão da FNE quase sempre à última da hora, é a completa desregulação do sistema de colocação de professores.

Só com uma bigorna na cabeça conseguiriam começar a vislumbrar uma fiozinho de luz.

monty-python-16-tons

 

Há equipamentos essenciais para combater as desigualdades no acesso à Cultura. As Bibliotecas Municipais estão na primeira linha dessa luta… que não pode passar apenas por cálculos de mangas de alpaca.

O meu nome é Jorge Gustavo de Albuquerque Furtado Lopes e, na qualidade de ex-diretor da Biblioteca Municipal da Nazaré procedo ao envio desta mensagem juntamente com um documento em anexo explicativo da grave atentado ao futuro da Biblioteca Municipal da Nazaré, pela elevada consideração que tenho por si na preocupação que sempre manifestou em prol do livro e da leitura, e pelo indiscutível apreço que sempre demonstrou pelas bibliotecas,

Esta denúncia tem a ver com a aniquilação completa de uma equipa de quatro funcionários altamente qualificados que asseguravam, desde a abertura da biblioteca em 22/11/2008, o seu funcionamento e a possível transformação deste espaço numa espécie de “Pavilhão Multiusos Cultural” num evidente atropelo à utilização de dinheiros públicos e fundos comunitários e numa lógica de destruição de um espaço cultural moderno e de serviço público.

A razão evocada para a extinção (económica) esbarra no valor total de ordenados da equipa de 4 pessoas (3700 €) brutos/mês que asseguravam um serviço público à comunidade local, regional e nacional e a todos os turistas que anualmente visitam esta bela vila portuguesa. E este assunto já está a ser devidamente tratado ao nível da DGLAB (Direcção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas) desde o passado dia 12/02 mas não queria, por um imperativo de cidadania e de respeito por todos aqueles que, no nosso país, desenvolvem a sua atividade profissional na área cultural, deixar de lhe dar conhecimento pessoal desta situação gravíssima.

Está activa uma petição on-line relacionada com esta causa que já conta com mais de 800 assinaturas de um leque variado de
agentes culturais nacionais e com o apoio dos ex-Secretários de Estado da Cultura Francisco José Viegas (PSD). Mário Vieira de Carvalho ,  Rui  Vieira  Nery e e Elísio Sumavielle (PS) e do ex-Ministro da Cultura socialista Manuel Maria Carrilho.

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT72756

Este assunto foi abordado nestes dois blogues :

http://ler.blogs.sapo.pt/as-bibliotecas-abatem-se-devagar-ou-941379

http://dererummundi.blogspot.pt/2014/03/as-bibliotecas-tambem-se-abatem.html

De um bibliotecário e sua equipa tristes mas determinados

Jorge Gustavo Lopes

Biblioteca Municipal da Nazaré

http://nazare.dns1net.com/bmn/

Anexo: As Bibliotecas também se abatem – DGLB

… porque delas estão os caixotes do lixo ministeriais cheios.

Bom dia!

Em defesa da escola pública, e em particular, pela defesa das crianças que têm direito a uma educação de qualidade, que todos pagamos com os nossos impostos, a Associação de Pais da Escola Parque das Nações em Lisboa lançou uma petição pública para pedir ao Ministro da Educação a construção da escola que está aberta provisoriamente há 3 anos, com apenas metade das condições previstas. Não há refeitório. Não há ginásio. Só há metade das salas e metade do recreio (que tem de ser usado em turnos). Entre outras coisas que faltam.
Mais uma informação: o valor para a construção está previsto em Orçamento de Estado; o terreno existe e está à espera da construção. Falta só vontade.
Precisamos do máximo de subscrições para esta causa, que também é de todos.
Se estiver de acordo, pf, subscreva a petição em: http://www.apepn.pt/peticao-2-fase-ebpn/subscrever-a-peticao.aspx
(demora 1 minuto, apenas!)
Se estiver de acordo, pf, partilhe com os colegas, familiares e amigos. As crianças agradecem. As que lá estão hoje, as que virão a frequentar a escola amanhã.
Muito obrigado!

Petição Revisão de prioridades no Concurso de Mobilidade Interna de Professores

PETIÇÃO À ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA E AO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA POR UM CONCURSO EXTERNO EXTRAORDINÁRIO DE PROFESSORES CONTRATADOS EM 2014

Caros amigos,

Agradecemos que subscrevam a petição e que ajudem na sua divulgação.

Com os melhores cumprimentos,
Paulo Meneses

Não à Prova de Avaliação de competências e Conhecimentos

Dezenas de milhar de professores portugueses são afectados pela situação criada pela legislação relativa à contratação pelas escolas (as chamadas ofertas de escola) e pelos efeitos de da renovação de contratos inicialmente obtidos apenas pelo período de um ano.

Esses efeitos são por demais injustos e as praticas utilizadas nos processos de selecção em muitas escolas situam-se fora da legalidade, produzindo resultados que chocam pela sua falta de equidade e ofensa à dignidade dos candidatos.
Um grupo de professores decidiu, por isso, promover passos para que a legislação seja mudada num sentido mais justo e que afaste os problemas graves hoje existentes.
A petição que promoveram (anexo), e que descreve a situação, obteve mais de 4000 assinaturas e, por isso, foi discutida na Comissão de Educação da Assembleia da Republica na passada terça-feira, prevendo-se que venha a ser debatida dentro de semanas em plenário.
O deputado relator sobre a petição ´e Isidro Lopes (PSD) contactável pelo seu email na pagina pessoal no site do parlamento.
Aos destinatários deste mail pede-se por esta via colaboração urgente para:
Assinarem e divulgarem a petição e o problema que a gerou pelos seus contactos, nas redes sociais, blogs e outros meios (nomeadamente pelo acesso que possam ter `a comunicação social).
 
Escreverem via mail aos deputados da comissão ou aos deputados do seu circulo para apoiar as propostas e referir o assunto no sentido de que o parlamento tome posição clara e efectiva para a melhoria da situação.
 
Em anexo, remetemos, alem do texto da petição, os 2 textos que foram lidos e distribuídos aos deputados na terça-feira, explicando os argumentos a favor da petição e um texto com as observações concretas aos artigos da lei que se pretende mudar.
Para ajudar ao eventual contacto com os deputados remetemos ainda a carta que lhes foi enviada depois da reunião e uma informação que se enviou aos peticionários a explicar os passos que podem dar para ajudar ao efeito da petição.
A ajuda de todos ´e muito importante para que seja possível mudar legislação injusta e cujos efeitos negativos directos e indirectos afectam dezenas de milhares de professores, alunos e famílias.
Para qualquer contacto sobre este assunto podem utilizar o endereço electrónico do principal promotor da petição: Bruno Reis – brunoreis2000@hotmail.com .
Anexos (incluo apenas os 3 mais relevantes dos 6 que recebi):

Para que não digam que eu discordo do deputado Seufert em tudo: Petição 259-XII  Parecer Michael Seufert[final].

Exmo(a). Sr(a). Responsável pelo Blogue

Em defesa do ensino artístico e tecnológico, segue, em anexo, um abaixo-assinado solicitando ao Governo de Portugal que:

a)- Recoloque a disciplina de Educação Tecnológica de frequência obrigatória no 3º Ciclo.

b)- Reestabeleça a carga curricular de Educação Visual no 9º ano.

c)- Disponibilize, como oferta optativa, outras áreas da Educação Artística no 3º Ciclo.

d)- Disponibilize a Educação Artística nos cursos científico-humanísticos que a não possuem.

Agradecemos a disponibilização do texto deste documento (pdf), assim como a respetiva folha de assinaturas (pdf), no V/ blogue, para que docentes e comunidade civil os possam imprimir e assinar.

 

Alertamos V. Exa., e sociedade em geral, para o extrato da lei que regula o EXERCÍCIO do DIREITO de PETIÇÃO:

Lei n.º 43/90, de 10 de Agosto,

Artigo 6.º

Liberdade de petição

1- Nenhuma entidade, pública ou privada, pode proibir, ou por qualquer forma impedir ou dificultar, o exercício do direito de petição, designadamente na livre recolha de assinaturas e na prática dos demais actos necessários.

 Este abaixo-assinado, após a sua assinatura, será apresentado aos órgãos de soberania responsáveis pelo poder legislativo.

 Agradecemos, desde já, a melhor colaboração de V. Exa. em prol do exercício pleno de uma cidadania consciente, participada e democrática, na defesa dos interesses dos N/ alunos e colegas.

Um abraço de solidariedade educativa e profissional.

EM DEFESA DO ENSINO ARTÍSTICO E TECNOLÓGICO

Braga, 24 de maio de 2013

EnsArtTecnEnsArtTecn1EnsArtTecn2

 

Petição pela efectiva liberdade de Imprensa na TVI

… contra o comentador Sócrates na RTP, divulgo, mas não irei assinar. A principal razão para não assinar é que a responsabilidade pelo acto de o convidar deve ser assumida e explicada por quem o fez e apenas isso. Mesmo sendo numa televisão pública.

E porque uma petição deste tipo podendo simbolizar que a memória não é curta, mas também pode acabar a misturar muita coisa…

Página seguinte »