Os Pobres são tão Giros!


A crise no BES e os pobres

(…)

Afinal quem mente, os pobres do RSI ou o governador do Banco de Portugal? Que mentiras provocam mais estragos ao país, as mentiras dos pobres ou as mentiras dos poderosos respeitáveis da alta finança? Afinal não existia no BES nenhuma almofada financeira para tapar os buracos do crédito malparado; afinal a crise no grupo sempre afectou o funcionamento do banco; foi necessário afastar da gestão do banco Ricardo Salgado; os testes de stress ao banco, afinal não provaram solidez financeira nenhuma.

A maioria dos desempregados em Portugal não tem acesso a qualquer apoio económico no período de desemprego. As escolas públicas continuam a funcionar com menos professores e técnicos para dar apoio a crianças com necessidades educativas especiais, os centros educativos não têm vagas para acolher mais jovens condenados, um grupo de organizações não governamentais, entre as quais a Amnistia Internacional e a Caritas Portuguesa, considera que não existe estratégia nem políticas sociais consistentes para combater a pobreza em Portugal.

O Avillez Figueiredo não deve ter dúvidas… as mentiras dos pobres que comem bifes-jonês são muito mais daninhas…

Fiquei a saber que os alunos de cursos de formação inicial de professores são dos mais pobrezinhos do Ensino Superior e que isso explica que escrevam com erros, tudo de acordo com um “investigador” de quem tenho discordado muito mas a quem dedicava alguma consideração intelectual.

Percebi, por fim, graças a ele, o objectivo das políticas governamentais de proletarização da classe docente.

Da pobreza vieste, para a pobreza caminharás!

(queriam salários líquidos de quase 2000 euros no fim de 40 anos de carreira, ó malandragem? ide lavar escadas como vossas mães ou estivar e varrer ruas como vossos pais e avôs!)

Mais de 5.100 idosos perderam o CSI num mês

Salgado compra 1,5 milhões de ações do BES

 

 

… e que precise de um estudo bué especializado do Banco de Portugal.

DN15Jun14

Diário de Notícias, 15 de Junho de 2014

Nick Anderson

(c) Nick Anderson

A ideologia cega-os!

Cáritas Europa diz que a austeridade não está a funcionar e que há cada vez mais pobres

Malandragem. Não conseguem ver o quanto “o país” está melhor.

… porque ganham imenso.

Só nestes casos é que não somos suecos.

Hourly labour costs ranged from €3.7 to €40.1 across the EU28 Member States in 2013

CustoHoraE depois gosto imenso do argumento demográfico da quebra da natalidade, quando Portugal até mantém uma taxa acima da maioria dos países da UE:

Fertility

Gráfico retirado daqui.

Página seguinte »