O Que É Evidente Carece De Demonstração?


a questão é a declaração de vagas.

Apenas regressou o facilitador a um lugar onde os deixa mais visível para todos aqueles que querem ser facilitados.

Relvas “surpreso” com “análises patéticas” ao “mistério” do seu regresso

Só que eu ontem já escrevi algures que não tenho nenhum testemunho pessoal relevante sobre o Eusébio, mesmo se reconheço o seu papel de símbolo maior de um país numa década muito complicada.

Nasci em 1965, não havia dinheiro em casa para fazer romarias à Luz e eu cedo preferi o verde do Sporting (na minha Primária eram os tempos da passagem de testemunho do Eusébio ao Artur Jorge e das goleadas do Yazalde), pelo que seria hipócrita entrar numa de histeria colectiva. O Eusébio (como a Amália ou o Pessoa)é um dos vultos maiores de uma História Pátria que eu reconheço e estimo, tendo ultrapassado os limites estritos da sua área de acção (o Futebol, o Desporto), mas apenas isso, o que já é muito.

Ontem, acompanhei parte da transmissão televisiva da exibição do corpo de Eusébio em câmara ardente e vi gente a tirar fotos com o tm ao cadáver num acto que não considero de recolha de uma última memória mas de voyeurismo macabro.

Isto não é qualquer intelectualismo ou rejeição de uma manifestação popular de devoção quasi fatimista. É apenas a minha visceral incapacidade para entrar neste tipo de comoções.

Quanto a imortais? Tomara eu que existissem fora da nossa memória…

Quanto ao Panteão? Por mim, pode ir já para lá sem necessidade de aprovação por parte de quem se anda já a encostar à situação.l

Que não se confundam, nem por um nanossegundo-luz, as minhas fortes e duras críticas a este MEC e a este Governo com uma vaga saudade pelo Governo anterior e respectivas méééés do engenheiro.

O que está em causa é uma concepção completamente diferente do que – vamos lá ser sinceros – são apenas tonalidades diferentes do mesmo quadrante do espectro cromático.

Porque há por aí muito boa gente, do lado da canhota, que utilize o cratinismo para recuperar o socratinismo.

Desde 2011, com a diminuição média de 5% nos salários repetida nos anos seguintes e avalizada duas vezes pelo Constitucional, passando pela retenção de dois subsídios em 2012, também permitida pelo TC, funcionários públicos deram, sozinhos, mais de cinco mil milhões para combate ao défice. Este é um dos assuntos em destaque na edição de hoje do DN.

gaspar-conferencia-galeria

… os encargos do ME(C) com o pessoal caíram muito mais. Em termos absolutos a quebra foi superior a 18% e em termos relativos a diminuição na estrutura das despesas do ministério foi de 79.5% em 2008 para 67,1% no OE para 2013, o que significa uma redução, em termos relativos, de 15,6%.

Portanto… não adianta virem com a evolução dos rácio, porque o desinvestimento foi a pique e para o encobrir bem podem ir buscar os alunos das NO que…

Página seguinte »