O Processo


 

às duas reclamações que eu apresentei relativamente a me terem aparecido dívidas numa noite de cristal.

 

Está bem que tais supostas dívidas, com ameaças de penhora, foram cremadas – mas eu quero que a história apareça escrita!

Pim!

 

Da dúvida: quem é o ceo do ps?

Chegou-me por mail:

Documento completo: ReabInqLicJoseSocrates.

Código Deontológico dos Jornalistas, 1993

Os jornalistas portugueses regem-se por um Código Deontológico que aprovaram em 4 de Maio de 1993, numa consulta que abrangeu todos os profissionais detentores de Carteira Profissional. O texto do projecto havia sido preliminarmente discutido e aprovado em Assembleia Geral realizada em 22 de Março de 1993.

1.O jornalista deve relatar os factos com rigor e exactidão e interpretá-los com honestidade. Os factos devem ser comprovados, ouvindo as partes com interesses atendíveis no caso. A distinção entre notícia e opinião deve ficar bem clara aos olhos do público.

O secretário de Estado adiantou que a fundação tem uma dívida de, pelo menos, 65 milhões de euros (pode ascender aos 72 milhões), que deverá ser coberta recorrendo ao Orçamento do Estado

Adoro pagar pelos CRIMES dos outros, sou assim português!

Circule-se, Toca A Circular

Paulo Nozolino devolve prémio AICA/MC
e comunica-o.

E eu não só concordo, como aplaudo.

Presidente da CONFAP ameaça processar Paulo Guinote

Está a começar!
Eu avisara que o poder tecnoburocrático tem um exército de advogados, pagos pelo erário público, prontos a saltarem em cima de nós. Houve quem achasse exagerada a minha afirmação. Também há quem ache que não tem fundamento a minha tese de que Portugal entrou num processo, lento e gradual, quase doce e pouco perceptível, de criação de um regime de tipo novo, a que eu chamo de ditadura tecnoburocrática. Cada vez há mais evidências de que esse processo já começou e está em marcha. Caracteriza-se por uma crescente atomização das pessoas; destruição dos laços comunitários e das comunidades, sejam elas naturais ou profissionais; redução do cidadão à qualidade de indivíduo, consumidor e contribuinte; complexificação crescente da legislação e dos enquadramentos legais que gerem as organizações; criação de um clima de intimidação favorável à autocensura; interferência do Estado e das leis em todas as esferas da vida privada; redução ou eliminação da liberdade nos espaços e organismos públicos; distanciamento crescente entre a elite plutocrática e os trabalhadores e desempregados; embrutecimento das novas gerações por via da destruição de uma escola pública de qualidade.
A resistência é possível mas será prolongada. A democracia electrónica (blogs e websites, sms, etc) é uma poderosa arma de resistência à plutocracia e à ameaça da ditadura tecnoburocrática. Não é por acaso que o exército de advogados ao serviço do poder tecnoburocrata já inicou a sua investida contra os editores dos blogs.

Faz-me um favor, Albino: processa-me também!…

Albino Almeida, presidente da direcção da CONFAP, organização generosamente subsidiada pelo Ministério da Educação, terá ameaçado hoje aos microfones da TSF processar os autores dos blogues A Educação do meu Umbigo e Ensinar na Escola, que andarão, pelos vistos, a criticá-lo.
Sinto-me indignado e injustiçado com a discriminação. Não percebo por que Albino Almeida não ameaçou processar-me também. Terá sido por ele saber que eu, simplesmente, não o levaria a sério?!…
Ó Albino, cardinalíssimo: tem juízo, rapaz! Aconselha-te com o Adélio e não te exponhas ainda mais ao ridículo!…