O Capitalismo É Mao?


US authorities are investigating JPMorgan for hiring a China minister’s son despite his being a terrible job candidate

Presidente da China Three Gorges foi afastado após investigação a gastos dos gestores

Cao Guangjing abandonou o cargo de “chairman” da Three Gorges na sequência de uma investigação do Partido Comunista Chinês que detectou irregularidades na gestão da empresa, que é a maior accionista da EDP.

Caocao1

Controlinveste passa a ser detida por angolanos e pode despedir 200 pessoas

Tem dado na TVI24:

… depois de responderem que o fariam, no máximo, em dez.

EDP atinge lucro recorde de 1.125 milhões de euros

Chineses vão receber 144 milhões em dividendos da EDP

Mexia garante que está “confortável” com a nova equipa da EDP

Já sei… falta-me uma visão global da questão.

Na prática, a REN pediu dinheiro ao Estado chinês:

State Grid investe 12 milhões num centro de investigação em Portugal

(…)

No referido almoço, em que a anfitriã era a State Grid, estiveram presentes vários convidados entre os quais o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereita, o ‘board’ da REN, Filipe de Button, accionista da REN, os diversos assessores da operação como o BES Investimento e o Deutsche Bank, e ainda os secretários de Estado da Energia, Henrique Gomes, e dos transportes, Sérgio Silva Monteiro. No encontro, assegura ao Diário Económico uma fonte que esteve presente, “foi anunciado um investimento de 12 milhões de euros no centro de investigação e desenvolvimento”.

Será interessante, num futuro não muito distante, observar certos trajectos.

As três condições colocadas pela China à chanceler Merkel

O diretor-adjunto do poderoso Center for International and Economics Exchanges da China explica porque Pequim ainda não se envolveu no Fundo Europeu de Estabilização Financeira nem na iniciativa do Fundo Monetário Internacional para resolver a crise da dívida na zona euro.

Afinal o Pedro, que pensava ir fazer o beija-mão à senhoria, apenas o vai fazer à feitora.
.
Há que fazer a devida vénia aos chineses: conseguiram que a abertura do seu mercado ao exterior, de acordo com as exigências da OMC, se virasse contra aqueles que pensavam assim ir aproveitar-se da situação.

State Grid e a Oman Oil Company vão ficar com 40% da REN

O Conselho de Ministros aprovou hoje a venda de 40% das acções da REN às empresas State Grid International Development e è Oman Oil Company.

… do actual PM deve ser este, que consegui ir repescar aos meus arquivos:

O material que está disponível online encontra-se aqui. Em especial esta peça é inspiradora.

 

Unidos vencelemos.

Já tleinei hoje. Com açaflão pala dale o tom.

O aloma é inebliante.

Concordo com o que ouvi há pouco a Pacheco Pereira. A forma como a Ângela e o Nicolau estão a tratar as questões europeias é meio caminho andado para o renascimento dos nacionalismos, em especial nas periferias do Grande Centrão.

Pressionados internamente, ambos optam, por uma via de imperialismo económico e financeiro para submeter as turbas. O Nicolau faz mau negócio porque se a ideia é repartir esferas de influência, a França ficará com os pobres mediterrânicos, enquanto a Alemanha ficará com os disciplinados, embora justamente desconfiados, centro-europeus (checos, polacos, eslovacos, austríacos).

Só que esse é um plano que necessariamente fracassará, podendo levar-nos a algo muito pior do que o desregulamento financeiro. E notemos que é um plano que dificilmente não será partilhado pelas alternativas políticas internas, por muito que o SPD ou o PSF digam o contrário.

Seria mais interessante tentarem lidar com os mercados que tanto parecem adorar ideologicamente, mas não na prática.

Unpaid wages in China

Can’t pay, won’t pay

Companies’ cash is drying up, with dire consequences for their workers

Trocadilho inevitável.

Governo chinês gasta mil milhões de euros para comprar dívida portuguesa

O Governo chinês já gastou 1,1 mil milhões de euros para comprar dívida pública portuguesa. Porém, a China pediu segredo ao Executivo português. A notícia é avançada pelo Correio da Manhã.

Será por causa dos castelhanos?