No Campo É Um Descanso


campodesc

Um descanso: onze Kiris do Japão, um Cedro do Buçaco, um Cedro Japonês, um Cedro do Atlas, uma Canforeira, um Cedro do Líbano, um Freixo Americano, uma Nogueira do Japão, um Cedro dos Himalaias, um Larício, uma Árvore de Judas, uma Metasequóia e uma Sequóia Sempre Verde. Amendoeiras, depois.

Marmeleiros.

marm

… em vez do que se demitiu de o ser.

Miguel Poiares Maduro desistiu da coordenação política. No seu ministério, as grandes prioridades são agora a gestão dos fundos comunitários, a descentralização e a modernização da administração pública.

al

abgr

É o costume, os ministros demitem-se enquanto preparo os coentros contra a geada…

 

coentros

log

anjp

Cruzando concursos, nomes, trajectos.

Vai dar tudo ao mesmo.

Com CRESAP ou sem ela. As cadeiras estão lá… por vezes já têm a forma do rabo… se não é aqui, é ali.

1. Proposta de Designação – Subdiretor-Geral (2) da Direção-Geral da Educação
2. Proposta de Designação – Subdiretor-Geral (1) da Direção-Geral da Educação
3. Proposta de Designação – Diretor-Geral da Direção-Geral da Educação
4. Proposta de Designação – Secretário-Geral do Conselho Nacional de Educação
5. Proposta de Designação – Secretário-Geral Adjunto (2) Secretaria Geral do Ministério da Educação e Ciência
6. Proposta de Designação – Secretário-Geral da Secretaria Geral do Ministério da Educação e Ciência
7. Proposta de Designação – Secretário-Geral Adjunto (1) Secretaria Geral do Ministério da Educação e Ciência

luar

 

… eu vi um sapo.

 

ajdp_sap

… é um descanso!

 

ajp

hei-de conseguir lugar para esta Sequoiadendron Gigantea pequenina.

CIMG5629

Ministro Poiares Maduro vaiado

O ministro-Adjunto do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, foi vaiado quando entrou na sala e cumprimentou o novo lider da Anafre. O governante sentou-se na tribuna para assistir à sessão de encerramento do conclave e ignorou a vaia dos eleitos de freguesia que durante o Congresso deixaram muitas críticas ao Governo de Pedro Passos Coelho.

O ministro fez um discurso no encerramento do XIV Congresso da Anafre, que decorreu durante três dias em Aveiro.

Muitos congressistas abandonaram a sala quando o governante se preparava para discursar. Mal o ministro se levantou, imediatamente muitas dezenas de congressistas levantaram-se das cadeiras permanecendo nos seus lugares em sinal de protesto, lançando uma enorme vaia com frases alusivas ao 25 de Abril e abriam cartazes em que se lia “Defender os serviços públicos e servir as populações” e “Pelas freguesias 25 de Abril sempre”.

(corrigi umas belas gralhas neste pedaço de notícia)

Poiares Maduro quer mobilizar freguesias para espalhar “espaços de cidadão”

“Queremos promover uma administração de proximidade”, afirmou o ministro.

Deve ser por isso que fecham os serviços quase todos…

Para quando um mínimo de respeito pelo significado das palavras?

vft

Fotografia0193

vmirab

ch

Melhorou.

 

Hoje não divulgarei fotografias, imaginem apenas.

 

 

Página seguinte »