Mascaradas


E depois querem convencer-nos da imensa bondade das contratualizações destas coisas com os “operadores privados”. Se mesmo as IPSS dão nisto…

Pais pagam atividades extra às IPSS nas horas que deviam ser grátis

Ministério da Educação fiscalizou 76 instituições privadas financiadas pelo Estado. Maioria não cumpre as cinco horas letivas.

O relatório da IGEC está aqui.

Se formos a ver bem… é-lhe exigido que tenha uma vida como a maioria dos portugueses (excepto os que foram mandados emigrar).

Como a casa dele não é propriamente uma humilde casinha… está aqui está outra vez a dar (ainda mais) cartas por aí…

O ex-presidente da Câmara de Oeiras vai sair da cadeia esta terça-feira e cumprir o resto da pena em liberdade condicional, por decisão da Relação de Lisboa. Isaltino Morais foi condenado pelos crimes de branqueamento de capitais e fraude fiscal, tendo cumprido um ano de pena em Abril.

A informação foi confirmada à Renascença pelo presidente da Segunda Instância de Lisboa, segundo o qual a ordem de libertação já seguiu para a Carregueira. A decisão da Relação dá resposta a um recurso do ex-autarca de Oeiras.

O tribunal impôs três regras ao ex-autarca: terá de continuar a morar na  sua residência de Miraflores, não pode sair Portugal continental e não pode cometer qualquer ilícito, sob pena de perder a liberdade condicional.

pariu a montanha, disse em tese a parteira sem licença.

… e esperam-se dele pontes para o Centrão…

Porque cá um não se admite nada ou faz-se como se fosse no confessionário… confessa, leva lá umas ave-marias e ficas lavadinho e como novo para fazer porcaria outra vez…

Luís Amado

“Não avaliámos bem o impacto das mudanças em curso”

O ex-ministro socialista, que, como recordou hoje, passou 13 dos últimos 25 anos em funções governativas, fez uma espécie de “mea culpa” e alertou que as “ondas de choque” desta crise se irão prolongar “ainda por muitos anos”

Matrizes Curriculares – 3ª Mudança em 8 dias!

E fazem isso no escondidinho do cinema?

Ainda sai em Diário da República?

A notícia faz 1ª página do Público, mas não tem link. E eu é acho que é treta para ganhar tempo.

O Governo admite pagar todas as ajudas de custo a funcionários públicos que sejam deslocados. A garantia foi deixada ao jornal «Público» pelo secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino.

Em entrevista ao mesmo jornal, o secretário de Estado lança uma novidade para as negociações sobre o futuro dos trabalhadores da função pública. O Executivo prepara-se para rever as ajudas de custo pagas a quem vá trabalhar para qualquer concelho do país, no âmbito da mobilidade interna temporária, mostrando assim abertura para ceder a algumas das exigências dos sindicatos.

Até aqui a proposta do Executivo apontava para ajudas de custo de 50 euros, por dia, no primeiro mês e metade nos seguintes. Mas Hélder Rosalino admite agora que o pagamento seja feito por inteiro no primeiro ano, sendo certo que, numa primeira fase, a mobilidade será voluntária.

  • 30 de Março de 2011:

Our Plan to Fix Portugal

The main economic challenge is to ensure that growth goes hand in hand with fiscal discipline.

  • 25 de Janeiro de 2012:

Crisis: “Portugal will not ask for more money or time”, says Portuguese PM (update)

  • 19 de Março de 2012:

WSJ: Portugal’s Gaspar: Building Market Credibility By Sticking To Program

Penso que é claro que, com mais ou menos vontade, quem votou no PSD e no CDS não o fez para que eles pusessem em prática praticamente o oposto do prometido, quebrando sucessivas promessas, incluindo as pós-eleitorais.

Quem cunhou a noção de má moeda para a política nacional anda silencioso agora porque…?

Neste momento, a herança já não serve de desculpa porque, como é evidente, muita gente ligada a este governo sabia muito bem o que se estava a passar antes.

Um exemplo ao calhas: não foi o escritório de advogados do actual ministro da Defesa contratado pela Parque Escolar?

Será sigiloso saber que tipo de serviços jurídicos foram efectivamente prestados? A quantia envolvida é uma gota no oceano dos ajustes directos, mas… pelo menos sabiam do que se passava nessa área da governação, correcto?

E como este exemplo há outros…

PS manda Orçamento para Tribunal Constitucional

Partido Socialista já têm as 23 assinaturas necessárias para requerimento ser aceite.

OE2012: PS demarca-se “totalmente” do pedido de fiscalização junto do Tribunal Constitucional – Carlos Zorrinho

Como uma franja do socratismo utiliza algo certo como meio para atingir um outro fim: demonstrar como Seguro é um líder sem partido e o PS um partido à deriva, a caminho de uma tribalização autofágica com o seu quê de trágico ou cómico, conforme as perspectivas.

Governo disponível negociar, espera alternativas da oposição

O Governo está disponível para negociar o Orçamento do Estado para 2012 para garantir o mais amplo apoio possível, e esperar que a oposição apresente alternativas, afirmou hoje o ministro das Finanças.

«Do ponto de vista do empenho do Governo em conseguir o mais amplo apoio possível nesta situação a disponibilidade é total. Estamos disponíveis para conversar sobre o Orçamento do Estado e prestar todos os esclarecimentos que sejam necessários», afirmou Vítor Gaspar perante os deputados na Assembleia da República.

Um conflito complicado, demorado, com vítimas, mas que deve ser travado a todos os níveis, do local ao global, para usar um chavão pós-moderno, muito anos 80-90 do século que passou. No caso da Educação, cada pequeno clarão parece arrancado a ferros e contra os interesses. Cansa.

Glasnost sim, mas só para os outros?

Não incluo estas instruções por nenhuma razão em especial que não seja dizer que em muitos outros locais são diferentes em diversos aspectos. Se isso é muito relevante? Quando há pessoas que vão concorrer a nível nacional com base em critérios tão variados, os asteriscos são uma injustiça.

O tal inaugura escola ao domingo.

(ambiente controlado, sem ovos, apupos ou irmões pavões)

U2, Stay (Faraway, So Close)

Porque acabei de ver de passagem, porque é uma beleza, porque é de 1993, o ano da segunda vinda dos U2 cá e da minha estreia a vê-los… E porque deve ter sido nessa altura que os anjos se esgotaram ou cansaram de cair na Terra. Agora sobram os demónios.

The Killers, Smile Like You Mean It

Porque de sorrisos pá gáléra está o mundo cheio…