Inglaterra


Do we value freedom of speech in Britain?

Government policy is credited for the capital’s educational turnaround – but others say it is the result of more children from aspirational ethnic minority families at its schools

The use of so-called ‘smart drugs’, bought on the internet, to boost mental performance is rife in British universities. So can we all benefit from ‘having an edge’, or is it just a form of cheating that should be banned?

Every week, thousands of children rely on Kids Company for their main meal of the day. They come to be fed, to learn how to cook, and to find a safe place to be a child.

… para situações que revelam o fracasso de reformas que alguns procuram emular, a começar pelos ministros que andaram lá por fora e acharam o máximo à escola lá das vizinhanças do campus.

The government’s flagship free schools programme has been dealt a blow with the announcement that a third school is to close after a damning Ofsted report found that leadership, teaching, pupil behaviour and achievement were all “inadequate”, the lowest possible rating.

Durham Free School, which has a Christian ethos and opened in September 2013, has had its funding agreement terminated after being put in special measures by the schools watchdog, Ofsted, after an inspection in November.

O problema adicional é que por cá não existye um organismo como o Ofsted, com poderes efectivos para alguma coisa e não apenas para inspecções a arquivar.

Alguém está a ver o poder político a mandar fechar uma escola privada, sem que os queirozes se arrepelassem todos e viessem para a rua armados em charlies assassinados,, mártires da liberdade na Educação?

 

Agradecendo a referência ao V. Teodoro:

AVOIDING THE SAME OLD MISTAKES – LESSONS FOR REFORM OF 14–19 EDUCATION IN ENGLAND

Governo britânico quer infantários a detectar crianças em risco de se tornarem terroristas

Schools Guide 2015

Ah, schools. They can inspire endless fascination, nay obsession, in many. Have you registered yet? Do you have a back-up choice? Did you hear so-and-so is moving to blah-blah? But navigating your way through the options can be pretty tricky, and with fees rising faster than you can say International Baccalaureate, you’d better get plenty of bang for your buck. Herewith, the 11th edition of the Tatler Schools Guide, featuring the country’s top prep and public schools – your indispensible companion to steer you through the educational melee. With unparalleled knowledge and experience, we cut through the prospectus schtick to give you the inside track.

Our peerless team of researchers has travelled nationwide, grilling heads and registrars, chefs and groundsmen, grandparents and pupils. We have ears in the playground, eyes in the staff room and seats at the most heated dinner-party debates. We’ve surveyed the swankiest of new science blocks and peeked at the untidiest of dorms – and sampled a lot of treacle sponge along the way. (And no, Sir, you can’t buy your way into this guide – we choose each school on merit alone.) Whether you want your little one to come away with grubby knees or straight As, there is something here for everyone. So settle in and enjoy reading about the best schools that this country has to offer.

Georgina Blackwell

Schools Guide editor

Lá como cá, 2015 será ano de eleições…

After a year of reshuffles and with a general election looming, what can teachers and education professionals expect from the new year? Our community share their views.

With the general election five months away, students share their political wishlists for the new year

Poor people go to food banks because they ‘don’t know how to cook’, claims Tory peer Baroness Jenkin (who eats 4p porridge for breakfast)

Schools minister seeks powers to intervene at struggling academies

Liberal Democrat MP David Laws wants to introduce ‘middle tier’ to deal with schools that need help to improve performance.

Há quem, em Portugal, as tivesse começado a elogiar ainda antes de se perceber se iam levar a algum lado… Aparentemente, é o costume… há umas quantas muito boas e depois, o resto, é regular ou não adiantam nada ou pior.

Reparem que a experiência tem muito pouco tempo e já se percebe que é necessário recuar.

Seriously?

Ann Maguire killer’s sentence ‘out of step with rest of western Europe’

Standing Committee for Youth Justice says 20-year minimum term handed to Will Cornick for murdering teacher is too long.
d
Ainda vem cá para fora bem mais novinho do que eu…

Sabemos que Cavaco Silva se doutorou em York em 1973, após alguns anos por lá.

Sabemos que em Inglaterra só em 1968 se passou a exigir um Bacharelato em Educação aos professores.

Sabemos que, em 1970, Margaret Thatcher se tornou secretária de Estado para a Educação no governo de Ted Heath,

Sabemos que a principal acção de MT no início do seu mandato passou por tentar travar a transformação do sistema educativo inglês no sentido da  “comprehensivisation” (o termo português não existe a menos que tomemos como equivalente o de “unificação” no mesmo sentido do “ensino unificado” da reforma de Veiga Simão), através da circular 10/70. Também se destacou pela abolição da universalidade do leite escolar, através do Education (Milk) Act de 1971.

O que não sabemos?

Se as L.E.A. (autoridades educativas locais) faziam o recrutamento dos professores no início dos anos 70, se o faziam, em que critérios se baseavam, se é verdade que os anos lectivos começavam sem problemas no recrutamento de professores e se o sistema produzia bons resultados em termos das aprendizagens dos alunos.

Mas não deve ser muito difícil saber isso, certo? Eu cá tenho por aí uns elementos. Dispersos, como é evidente…

Só para confirmar a acuidade da memória presidencial…

There’s poverty in the UK, but we are better off calling it inequality

If you think the world is too divided into those who have the cream and those who don’t, you ain’t seen nothing yet.

Um exemplo para todos aqueles que exaltam as excelsas qualidades daquele “sistema”.

O tatcherismo foi impoluto, como sabemos e se algum mal existiu foi para proteger todo o bem que andava a ser feito ao “povo”.

Apetecia-me fazer agora aqui um lista dos moralistas locais, conservadores, dizem eles, em matéria de costumes e liberais em coisas sociais e económicas.

Rede pedófila no Governo britânico nos anos de 1980 foi encoberta

Antigo ministro de Margaret Thatcher diz que, na época, foi mais importante “proteger o sistema” do que denunciar os crimes e proteger as vítimas.

Um antigo ministro britânico, Norman Tebbit, admitiu que a rede de pedofilia que existia na década de 1980 em Westminster, a sede do Governo britânico, poderá ter sido encoberta para “proteger o sistema”.

Tibbet, que foi ministro de Margaret Thatcher (chefe do Governo entre 1989 e 1990), esteve na BBC1 para comentar a mais recente notícia sobre os escândalos sexuais no Reino Unido — o desaparecimento, dos arquivos oficiais, de pastas relativas aos casos. Ontem, soube-se que outro ficheiro com 114 pastas também desapareceu do arquivo do Ministério do Interior.

The headteachers paying the price of ‘failure’

As figures are revealed for the removal of school leaders in Kent, does it show a worrying national trend?

Imperial College London fiasco as students sitting exam find answers stapled to back

University students burst out laughing in the middle of a tough engineering exam when they became aware the answers were stapled to their tests.

The first year students at Imperial College London thought it was a stroke of luck when the exam mark scheme was left attached to their Operating Systems test paper.

At first the students kept their heads down when they spotted the error, but within minutes the 40 undergraduates were in fits of giggles.

Por cá a coerência na defesa dos 2contribuintes” costuma esbarrar nestas coisas… mesmo quando não são explícitas.

Taxpayers’ cash should not be used to fund faith schools, say voters

Labour wants talks on teaching of religion as poll shows 58% of the public urge abolition or axing of state funds.

Os cidadãos britânicos vão poder em breve  ‘despedir’ os seus deputados. A nova lei é uma das novidades para o novo ano e foi anunciada pela rainha Isabel II.

Deste modo, com a nova lei, os britânicos vão poder despedir o seu deputado, mas apenas nos  casos em que este tenha sido condenado por um tribunal a uma pena superior a um ano, ou em resultado de um procedimento disciplinar parlamentar que conclua que o deputado praticou uma “falta grave”.

Falta grave é o que ela comete em quase todas as vezes que fala.

… em Liverpool, com meia equipa de reservas?

E tudo se vai acabar por resumir ou polémico jogo perdido com o Sunderland…

Página seguinte »