Futebol


Marimborem-se.

E eu dormi uma soneca das boas.

Bum-bum?

Bom-bom?

E parece que sem espinhas.

E ainda me tentavam, esta tarde, demonstrar as imensas potencialidades do optimismo.

Phosga-se.

 

(também) não conseguiu ganhar ao árbitro.

 

O Maurício armado em parvo… o árbitro idem … phosga-se, pá…

… há que dizê-lo com alguma frontalidade e em nome da verdade… o Lopetegui tem cara de ser um bocadito limitado.

Golos a 9 segundos do fim.

Mas era capaz de me habituar.

E este Schmeichel está muito longe do outro.

Esta coisa de andarmos há quase 40 anos a querer ganhar à França.

Mesmo que joguemos bem, já sabemos que só não perdemos por mero acaso.

O Chelsea está a ganhar com justiça.

O Rui Patrício fez quase tudo bem.

O Sporting precisa de um central que chefie aquela defesa.

O William Carvalho precisa de comer mais sopa e mexer-se mais depressa para ter dimensão europeia.

O Nani tem essa dimensão há muito e o Adrien, o João Mário e Jonathan vão a caminho.

Só dá para votar até à hora do jogo. Depois, só comentar.

Mas, pelo menos, percebe-se que não se diz inocente, muito pelo contrário.

Jacinto Paixão, ex-árbitro que esta semana foi ilibado da prática de “infração disciplinar muito grave de corrupção da equipa de arbitragem” no encontro entre o FC Porto e o E. Amadora da temporada 2003/04, diz esta sexta-feira ao “Correio da Manhã  que “há muitos mais Apitos Dourados”.

Paixão admite que “não é só o FC Porto” que “está metido” e promete que um dia contará o que se passou:

“Só falarei quando tiver os meus filhos criados. Só digo que há muitas mais coisas para além daquelas que vieram a público”.

… e garanto que gosto mais dos comentários e do relato do que na maioria dos canais portugueses.

Não percebo nada, mas ao menos é suposto não perceber.

É a do Paulo Bento.

Perder em casa com a Albânia. E olhem que eles já tinham ido a campos complicados como o Luxemburgo, a Geórgia e o Kazaquistão.

Como nós, até hoje, em jogos oficiais, só a Moldávia.

Mas quando as opções para o ataque são do calibre de um Vierinha, um Éder e um Ivan Cavaleiro e a última substituição, para a pressão final, é a entrada do Miguel Veloso, o céu é o limite.

 

do zerésimo golo da equipa albanesa de cá.

 

 

… o dérbe de hoje, entre o Benfica Ai-Jesus e o meu Spórtengue.

Mas tenham maneira, pofavore.

 

… para que Portugal consiga defrontar a Coreia do Norte com dignidade, neste campeonato mundial que ainda decorre.

 

… mas é o Mascherano.

cm

« Página anteriorPágina seguinte »