Ferramentas


Uma novidade, um blog dedicado especificamente às questões ligadas á indisciplina:

ComRegras…

De que muita gente não gosta, por convicção ou oportunidade. O Público traz um grande conjunto de matérias sobre o tema, desde o ranking propriamente dito à sua explicação e a diversas opiniões e análises, desde logo dos autores deste ranking específico.

Eu acho-os úteis se não os lermos de forma linear, unidimensional e maniqueísta. Por estranho que pareça, os rankings até nos podem ajudar a demonstrar aquilo que alguns mais lhes criticam.

É isso que tento demonstrar aqui:

Os rankings como retrato de uma Educação a várias velocidades

(…)

O que a última década de rankings nos revela de forma mais evidente é que não se pode perturbar continuamente o funcionamento das escolas, em especial das públicas, e esperar que ela acompanhem o desempenho das privadas que funcionam com estabilidade ao longo dos anos, praticamente imunes aos efeitos da incontinência legislativa do Ministério da Educação. Revela-nos ainda que, sejam públicas ou privadas, as escolas mais inclusivas, as que não praticam formas mais ou menos assumidas de selecção dos alunos, tendem a ter desempenhos menos positivos à medida que as condições de vida da parte mais desfavorecida da população pioram, mesmo se esse factor não determina, por si só, o insucesso individual. Complementarmente, demonstra-nos que a aposta num apoio diferenciado às escolas públicas, com investimentos concentrados numa minoria de equipamentos de elevada qualidade, em regra localizados em zonas que já antes dispunham de condições envolventes mais vantajosas, conduziu a um agravamento das desigualdades na própria rede pública.

Sobre as opiniões de cada um, muito haveria a dizer pois há quem defenda a transparências dos dados das escolas públicas, mas não exija o mesmo das escolas do sector privado, que continuam a não fornecer os dados de contexto. Mas não vale a pena entrar muito por aí, pois não se trata de um ranking de coerência.

A transparência, quando nasce, não é para todos e as virtudes exigidas por alguns são, em regra, apenas aos outros.

 

Back-to-School Resources for Parents

Find resources to help children begin school with a positive mindset, support their transition into a new school year, and prepare them for fall learning.

Dipsticks: Efficient Ways to Check for Understanding

… pelo menos em apreciação no concelho de Matosinhos, bastião tradicional do PS, agora governado pelo “independente” Guilherme Pinto.

Caro colega Paulo Guinote,

De acordo com a documentação em anexo, pedimos o favor de divulgar no Blog “A Educação do meu Umbigo”, a sessão temática denominada “Os Produtos de Apoio no Acesso ao Currículo do Aluno com NEE”, dinamizada pelo CRTIC Sintra, a realizar-se no Auditório da Escola Básica e Secundária de Gama Barros, Agrupamento de Escolas D. Maria II, Sintra, no dia 24 de junho de 2014, entre as 10h30 e as 12h.

A inscrição pode ser feita através do envio da ficha em anexo preenchida para o seguinte endereço de correio eletrónico: educacaoespecial.dmariaii@gmail.com.

Atenciosamente,

Sandra Simões
Marina Abrantes

Educação Especial
Centro de Apoio Psicopedagógico ao Aluno (Projeto K)
Escola Básica e Secundária de Gama Barros (Escola Sede)
Agrupamento de Escolas D. Maria II

Panfleto_Sessão de Esclarecimento_CRTIC_(1)

Anexo: Folha de Inscrição.

9Ano – Preparação Prova Final Matemática

The Principal Story Learning Guide

9Ano – Preparação Teste Intermédio

Um ecossistema político-empresarial. Portugal 1975-2013

Visualização interactiva das relações de membros de Governos de Portugal com empresas e grupos.

Agradecendo a referência à Rosa Medina.

…encontra-se aqui e materiais aqui para quem quiser preparar-se em Inglês Não Técnico aqui, fazendo a pesquisa por cliff prax.

Agradeço ao Vitor Teodoro esta indicação.

 

Fica aqui e é muito mais pequeno e compacto que o do Portas: guia-anti-prova-fenprof.

O resto? enfim, o resto é saber quantos associados a farão e quantos dos outros acabarão por fazer o que aqui se diz que nem é obrigatório, com as mais variadas razões.

Nesse caso, a culpa é sempre individual… 👿 porque o colectivo fez a sua obrigação, incluindo pedir a benção no Parlamento aos criadores da prova.

Olá, a todos

Temos recebido ecos muito positivos sobre o projecto Hypatiamat.

Professores, alunos, e familiares ( pais e avós) portugueses, e de muitos países da CPLP têm escrito mensagens a agradecer o nosso trabalho, dando muitas sugestões de melhoria a que tentamos sempre corresponder.

Muito obrigado a todos pelo entusiasmo e apoio. Queremos contribuir para melhorar o ensino e aprendizagem da matemática e saber que o Hypatiamat está a alcançar o seu objectivo ajuda-nos a continuar.

Este projecto tem sido possível com o contributo de muitos investigadores e colaboradores do grupo GUIA (www.guia-psi.com) da Escola de Psicologia da Universidade do Minho e do Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra, mas também de patrocinadores a quem agradecemos a confiança e a ajuda.

Mudámos o design da página principal de modo a centrar a atenção no foco do nosso trabalhoacomodando as novidades (www.hypatiamat.com).

Temos disponíveis mais aplicações interactivas; e duas novas áreas: “quero…” que oferece apps aprender conteúdos, algumas das apps estão disponíveis para android, e “Resolver questões de…” com mais de 1500 questões com feedback detalhado.

Em breve teremos mais vídeos, mais aplicações disponíveis, mais apps e mais questões para resolver; basta estarem atentos ao lançamento das novidades no site e no facebook (https://pt-pt.facebook.com/hypatiamat) .

No último ano lectivo (2012/13) avaliámos a eficácia desta ferramenta tecnológica com tutores digitais na promoção da auto-regulação e da aprendizagem da matemática. Analisámos dados de  3,100 alunos de 120 turmas do 8.º ano. Em breve divulgaremos os resultados, sem dúvida interessantes e desafiadores.

Abraços,

A equipa Hypatiamat

Boa noite!

Acabei de criar um forum para haver um espaço onde se possa ir reunindo as listas das ofertas de escolas que forem saindo.
Se achar bem podia divulgar no seu blog o link: http://listasoe.freeforums.net/
Confesso que tenho algumas dúvidas sobre se isto resultará, mas acho que seria uma ferramenta extremamente útil, se correr bem, ou seja, se os professores interessados aderirem…
Obrigado!
DE DGEste – Secretariado
.
ASSUNTO Programa de Rescisões por Mútuo Acordo
.
Exmos. Senhores Diretores de Escola/Agrupamento de EscolasExmos. Senhores Presidentes de CAP

Comunica-se que já se encontra na “Área Privada dos órgãos de gestão das Escolas do Ensino Público” a informação enviada pela DGAEP – Direção-Geral da Administração e do Emprego Público, sobre o Programa de Rescisões por Mútuo Acordo.

O programa, que tem um carácter totalmente voluntário, destina-se exclusivamente às carreiras de assistente técnico e assistente operacional, solicitando-se a adequada divulgação.

Os interessados devem consultar a Portaria nº 221-A/2013 de 8 de Julho.

Com os melhores cumprimentos,

José Alberto Moreira Duarte
Diretor-Geral dos Estabelecimentos Escolares

ADD – simulador para cálculo de percentis

9Ano – Preparação Prova Final de Matemática 2013

 

Requisição civil ou servidão civil?

 

Chegou-me por mail… plano greves-1.

Versão original de Paulo Santos Silva com revisão do Paulo Izidoro.

QZOPRev

Página seguinte »