Excitações


Sorteios da Fatura da Sorte transmitidos na RTP

A questão que se coloca é… Serenella Andrade ou Fernando Mendes a apresentar?

Eu prefiro a segunda hipótese.

Lucia Custódio 40cópiapc-2

 

A obra, com matizes de Derrida:

A leitura, com laivos de Benjamim:

As transversalidades não são exclusivo da esquerda ou da direita, na Educação ou fora dela. estou um bocado farto das agendas “transnacionais”, da “transglobalização” e de outras transcoisas da treta que passaram a polvilhar certos discursos pseudo-pós-modernaços, seja na versão neo-marxista (que tem forte implantação em vastas áreas das Ciências Sociais da Parlapatice e na Educação), seja na versão neo-liberal (com maior insidência nas Ciências Obscuras da Economia).

No fundo, são teorizações internacionalistas destinadas a legitimar inevitabilidades internas.

São cortinas de fumo que nos seus requebros linguísticos pouco ou nada querem dizer.

 

Teachers should be obliged to take part in extracurricular activities such as sport and drama, according to an influential MPs’ report out today.

Participation should be included as a formal aspect of a teacher’s contract of employment, says a report from the All Party Parliamentary Group on social mobility.

It embraces the idea that schools should be more than just “exam factories” and place greater emphasis on building their pupils’ character and resilience – as pledged by Labour’s Shadow Education Secretary Tristram Hunt in an interview with The Independent yesterday.

Por cá, já temos drama suficiente e quanto a desporto, já fazemos bastante para escapar à saraivada de disparates com que somos brindados, semana sim, semana assim-assim.

Nuno Crato: os exames electrónicos são o futuro

Eu não quero – muito sinceramente – parecer que estou contra tudo e mais alguma coisa, do tipo ludita sem travões, só que…

… lamento, mas discordo e discordo muito. Testes deste tipo só como complemento. Nunca como ferramenta principal da avaliação. Quem defende isso pode estar convencido de estar a ver o futuro, mas…  a ver outra coisa, uma nova forma de tele-escola pois a conclusão óbvia será que os meios electrónicos também poderão substituir grande parte das aulas presenciais.

O e-learning tem as suas potencialidades e as suas (evidentes) limitações. Mesmo o b-learning mais não é do que uma forma de reduzir custos, disfarçada de avanço tecnológico.

Nuno Crato parece ter-se tornado um autómato que defende um ensino despersonalizado, automático, mecânico, em que o factor humano é uma chatice.

Os indivíduos reduzidos a peças, a cliques, a códigos binários. Sempre fui crítico das teorias da conspiração que encaram a escola como uma fábrica, um mecanismo, uma engrenagem.

Mas…

Para quando a defesa do regresso ao ensino doméstico, com testes nestes moldes?

Como se vai começar pelo Inglês, que tal o homeschooling que tão atrai algumas bases do tea party, receosas que qualquer influência impura afecte o espírito das suas criancinhas?

Porque este modelo de ensino e avaliação, não há que enganar, pode ser o “futuro” em termos cronológicos mas… conceptualmente pode estar ao serviço de um dos modelos mais retrógrados e anacrónicos de educação.

Tanto trabalho a empurrar o Álvaro borda fora para ficar com as mãos na massa e agora ia falhar o essencial?

Ministérios em guerra para disputar verbas europeias

As disputas mais significativas são entre os ministérios da Economia e da Educação e Ciência.

Os ministérios estão em guerra para disputar os fundos comunitários. Agora que Portugal já entregou em Bruxelas o seu Acordo de Parceria, os vários ministérios tentam assegurar o maior bolo possível dentro dos vários programas operacionais, apurou o Diário Económico junto de várias fontes. A discussão gira, não só, em torno das percentagens que cada um poderá capturar, mas também sobre o controlo político e os respectivos mecanismos de governação.

Não espreitaram em mais lado nenhum?

Embora a estes anos de distância só consigam, quase por certo, encontrar poeira.

Pub24Jan14b

Público, 24 de Janeiro de 2014

… o soares velho conhecia bem o Eusébio, aquele que já foi professor  em… algures.

Greece assumes EU presidency as anger towards Brussels grows

Foreign Minister Evangelos Venizelos hopes EU stewardship will show Greece is on the mend and boost its eurozone credentials.

… de conteúdos não-informativos da TVI.

E acabo de a ouvir dizer, numa entrevista na TVI24, algo como “volto a reafirmar”… o que realmente é re-reafirmar. Isto, sim, é densidade nas convicções.

Agora é ver os opinadores a trocar de lugar. MAis uma volta, mas uma rodada.

Tribunal Constitucional deixa passar lei das 40 horas na função pública

Decisão foi tomada por sete votos contra seis. Pedido de fiscalização foi feito por todos os partidos da oposição.

Ministério da Educação garante que Inglês no 1.º ciclo continua a ser oferecido em 97% das escolas

… e achei aquilo um exercício divertido de overacting. Tanto em matéria de insinuação do que se sabe quanto de histrionismo dramático.

Mmendes

É assim todas as semanas?

… digam o que disserem acerca disto.

vamos no autocarro da câmara?

 

Como se tivesse mudado algo!

 

 

uma das melhores bostas do diácono küt, na qual o pm conduzirá o motorista e tanto. E outras coisas deste universo. Ou não.

OCDE Portugal aconselhado a recompensar e motivar funcionários públicos

Página seguinte »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 832 outros seguidores