Estou Cheio De Ciúme Social


Sócrates insiste em não justificar o seu “estilo de vida”

Sócrates recorre a tribunal para não ficar sem botas

Fiquei a saber que os alunos de cursos de formação inicial de professores são dos mais pobrezinhos do Ensino Superior e que isso explica que escrevam com erros, tudo de acordo com um “investigador” de quem tenho discordado muito mas a quem dedicava alguma consideração intelectual.

Percebi, por fim, graças a ele, o objectivo das políticas governamentais de proletarização da classe docente.

Da pobreza vieste, para a pobreza caminharás!

(queriam salários líquidos de quase 2000 euros no fim de 40 anos de carreira, ó malandragem? ide lavar escadas como vossas mães ou estivar e varrer ruas como vossos pais e avôs!)

Carlos Moedas indicado para comissário europeu

Parece que vai ganhar bem e fazer pouco ou nada.

Que inveja!

Presidente de empresa municipal de Fátima é assessor de si próprio

(…)
O presidente do Conselho de Administração da Sociedade de Reabilitação Urbana de Fátima (SRU Fátima), uma das duas empresas municipais de Ourém, é assessor principal de si próprio. A informação é oficial e figura na página 11 do Plano de Actividades e Orçamento para 2014. A insólita situação é mais uma a juntar a outras relacionadas com o administrador Luís Mangas Oliveira, que levaram os vereadores da Coligação Ourém Sempre [PSD/CDS] a pedir esclarecimentos, após a sua tomada de posse na sequência das eleições de 29 de Setembro do ano passado.

UlricoFilho

Nomeação aqui. E aposto que é liberal desde pequenino e tudo.

Há que estabelecer prioridades. Mirós, não! Ulricos Filhos, sim!!

… nestes governantes de pacotilha.

O próximo quadro comunitário de apoio, o Portugal 2020, arrancará uma reorientação dos fundos para o sector privado, nomeadamente para as PME. Esta inversão segundo, o secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Castro Almeida, trará resistências de vários sectores da sociedade, mas o governante disse estar preparado para resistir. Se vai conseguir vencê-los afirmou não saber, mas pede ajuda ao comentador Camilo Lourenço.

 

Não é novidade, mas mandaram-me novamente o link:

Função: Especialista
Nome: R********** M********
Idade: 24 anos
Vencimento: € 2.685.07
Data de nomeação: 14-07-2011

Agora temos a bio pelo próprio, via FB, para avaliarmos da especialização:

2011

2009

2005

Penso que por “começou a trabalhar” se entenderá “começou a estudar”.

E nós somos os parasitas e privilegiados? O Estado é obeso por causa dos professores de carreira? Ou mesmo dos contratados (é nestas alturas que as martas comentadoras nunca aparecem)?

Eu estou no 5º escalão da carreira e tenho, em bruto e sem cortes, um salário nominal 550 euros inferior ao deste jovem “especialista” cujo currículo passa por ter trabalhado numa “Federação Académica”.

Para se chegar a um valor destes (entre os actuais 7º e 8º escalão da carreira docente) são necessários – sem congelamento – mais de 25 anos de serviço, ou seja, mais do que a vida do ditoso morgado.

… é a conversa de quem lhes paga sobre o lumpen docente.

Motoristas de Crato ganham mais que professores

O ministério liderado por Nuno Crato tem ao seu serviço um total de 13 motoristas, 12 deles com um salário-base mensal de 1.850 euros, noticia esta segunda-feira o Diário de Notícias.
.
Já a semana passada andei a espreitar as nomeações (quase 30) feitas pelo novo secretário de Estado da Cultura, aquele que tutela uma política inexistente.

Ler certos apelidos, cruzá-los uns com os outros e atentar na quantidade é um exercício de detecção do Estado Gordo. Do verdadeiro.

… em painel opinativo devidamente remunerado.

BE critica Governo por nomear ex-ministro PSD para a rivatização da ANA

Recordando:

Sociedade de advogados de que Arnaut é sócio assumiu que teve intervenção privilegiada na legislação do sector energético.

O PS já obteve do gabinete de Pedro Passos Coelho os números totais dos nomeados desta legislatura para funções públicas que receberam subsídio de férias em 2012. Primeiro disse 233. Depois retificou: afinal são 1323.

E foi coisa de dias… apenas… 9 150,00 €. Duas tardes por semana… dá 4 dias por mês… 9150 euros a dividir por 7… 1300 euros por 4 dias de trabalho por mês.

Arremato e tenho ciúme financeiro-social!

Aquisição de serviços
Prestação de serviços de Serviço de Assessoria de Imagem da Direcção Regional de Educação do Norte, com a periodicidade previsível de duas tardes por semana.

Adjudicante(s)

Contratado(s)

Local de execução:Portugal, Porto, Porto
Prazo de execução:220 dias (7 meses e 7 dias)  
Critério:Artigo 20.º, n.º 1, alínea a) do Código dos Contratos Públicos

Adenda das 20.00 de dia 27: Parece que este post foi encarado como um ataque pessoal ao ex-DREN, actual secretário de Estado e que eu deveria alterar o título. Registo o reparo, mas discordo. O resto vai em comentários.

… nomear para grupos de trabalho que visam a melhoria do desempenho das escolas públicas quem levou o fim de semana todo a gozar com essas mesmas escolas, à boleia dos rankings.

 

Resta saber se não anda a baralhar as estatísticas todas como faz no blogue. Mas, confesso, já era tempo. Faz-me lembrar uma colega dos tempos de Faculdade que prestou para aí uma década de vassalagem até lhe darem um lugar de substituta.

Despacho n.º 13441/2012

(…)

1 — É constituído um grupo de trabalho, que funciona na dependência do meu Gabinete, com a missão de coordenar a experiência -piloto no âmbito da oferta formativa de cursos vocacionais.
2 — No quadro da sua missão, são objetivos do grupo de trabalho:
a) Acompanhamento e fiscalização da execução da experiência -piloto;
b) Avaliação diagnóstica, monitorizada e final da experiência.
3 — O grupo de trabalho tem a seguinte composição:
a) Maria Isabel Ribeiro do Rosário Hormigo, adjunta do meu Gabinete, que coordenará o grupo;
b) Anabela Maria de Sousa Pereira — Universidade de Aveiro;
c) Cristina Santos Correia — Escola Secundária com 3.º Ciclo de Ferreira Dias (dispensa do horário de trabalho em 30 %);
d) Paulo Jorge de Castro Garcia Coelho Dias — Instituto Politécnico de Santarém;
e) Piedade Pereira — Escola do Comércio de Lisboa;
f) Ramiro Fernando Lopes Marques — Instituto Politécnico de Santarém.
4 — Deve ser concedida dispensa de serviço aos elementos que integram o grupo de trabalho, nas horas em que as tarefas a seu cargo os obriguem a ausentar -se dos respetivos locais de trabalho.

Que diabos, a coordenação formal será apenas formal, certo? O Ramiro é que vai dominar aquilo e mandar os putos p’ás fábricas e campos desde os 10 anos e assim reviver o espírito disciplinador perdido nos seus tempos de esquerdismo, quando o Esteiros e o Gaibéus eram a leitura básica…

É que a recompensa chega tarde e parece-me muito mitigada para tanta assombração pelos corredores…

CGD financiou indevidamente um director acusado de vigilância ilícita

O director do Gabinete de Prevenção e Segurança (GPS) da CGD, Nuno Bento, recebeu, em 2011, um financiamento do banco de 800 mil euros, quando o Acordo de Empresa estabelece o limite máximo de 210.409,8 euros, sendo que metade do crédito dado foi a custo zero (sem spread).
.
Penso que seja este o senhor que eu invejo. Parece que é responsável por evitar que o banco seja roubado. Estou mais descansado.

Em especial se fossem os que têm a profissão mai’linda entre as mai’lindas. Porque superior é outra coisa, mesmo se quase metade das vagas ficam por preencher.

Professores do superior poderão ter aumentos em 2013

Os professores do ensino superior vão ficar a salvo dos congelamentos decretados para a função pública e, no próximo ano, a progressão na carreira destes docentes voltará a ser acompanhada dos respectivos aumentos salariais.
.
É mais prático quando temos os nossos homens em Havana.
Que fique claro… não acho mal, apenas estou invejoso.

Forças Armadas: promoções já esta semana

Revelou o ministro da Defesa, Aguiar-Branco.

a vigília está-me a custar.

Lusófona divulga composição do Conselho Científico do curso de Relvas

(…)

Segundo uma nota da Universidade Lusófona, enviada à agência Lusa, o conselho científico foi presidido por António Fernando Santos Neves.

Integrava ainda os professores doutores Zoran Roca, Teotónio R. Souza, Selma Calasans Rodrigues, Rita Ciotta Neves, Óscar de Sousa, Marco António d’Oliveira, Manuel Tavares Gomes, Machozi Bangale, Luis Manana de Sousa, José Grosso de Oliveira, José Braz Rodrigues, José Bernardino Duarte, Fernanda Neutel, Áurea Carmo Conceição e Artur Parreira.

Sizzla cantou por aí. Vieram a público os homofílicos & afins, que não podia ser, que se censurasse em nome da democracia…

A direcção de um jornal prescindiu, há não muito tempo, dos serviços cronísticos de um dos seus colaboradores mais encrespados por ter insistido em manter numa prosa sua, factos que estariam alegadamente errados.

Ora bem… esse princípio é para manter?

Que há lá um senhor, com direito a uma página inteira de jornal que pode atropelar factos como e quando bem entende sem que qualquer contraditório possa ser exercido, já sabemos. Que um professor receba 5 ou 50 euros por classificar um exame é para ele o mesmo. Como é um asset, teoricamente um chamariz de leitores para o jornal, pode tudo, quando quer.

Resta saber se isso se aplica a mais gente e se todos podem escrever sem qualquer preocupação em adequar o vocabulário ou os factos à realidade. Anote-se que não quero que alguém perca o emprego, que tão difícil ele está, em especial deste tipo, pago para falar e escrever como bem entende (a inveja que tenho!!!). Só gostaria de ver um pingo de humildade (no escriba) e de coerência (na direcção do jornal).

Será pedir muito?

(é que um tacho não é apenas um tacho por ser do Estado… há no sector privado gente muito bem recostada…)

Página seguinte »