Bullying Social


O fisco penhorou bens alimentares doados a uma associação que dá apoio aos sem abrigo na cidade do Porto. O “Coração da Cidade” tem dívidas em atraso relacionadas com o pagamento de portagens em antigas SCUT. A Autoridade Tributária e Aduaneira avançou com uma acção de penhora de arroz, massa e bananas que tinham sido doadas para ajudar os mais carenciados.

Anúncios

 

os atrasos dos estados com juros ao bolso dos prevaricadores resolveria quase tudo

mas existem uns interpretadores soares velhos e novos

 

… é a única coisa que consigo sentir perante os casos concretos de desapoio à Educação Especial e à forma como o MEC lava as suas mãos de tudo isto, com lacónicas declarações que só podem ser interpretadas como medo de justificar as malfeitorias com quem se colabora, nem que seja por omissão.

Hoje, na RTP Informação, mais uma peça em que fica à vista o completo desrespeito que existe pelos problemas enormes dos mais necessitados.

IMG_7487

DE onde vem o alvoroço? Descobriram agora uma prática com décadas? Não sabiam que os filhos dos emigrantes são tratados nos países “avançados” da Europa como completos “deficientes” apenas por não terem a língua lá do sítio como a materna?

Vá lá… por favor… digam-me que só souberam disto em finais de 2014!

E já agora, digam também que não é esta a prática que se quer generalizar para promover o sucesso e, alegadamente, combater o insucesso escolar, dar menos e pior a quem precisaria de mais e melhor, só que se considera que sai caro e eles não merecem.

Exp8Nov14

Expresso, 8 de Novembro de 2014

Governo aprova cortes na função pública da era de Sócrates

E António Costa, o que acha?

Não se pedem promessas, claro, que essas existirão sempre, pois fazem parte do folclore.

… e que precise de um estudo bué especializado do Banco de Portugal.

DN15Jun14

Diário de Notícias, 15 de Junho de 2014

O outro já está arrumadinho. Para onde irá depois a Maria Luís? Porque estas coisas merecem recompensa…

Depois das pensões, os diplomas relacionados com os salários serão aprovados “nos próximos dias”. O Governo quer que as peças-chave do Orçamento de 2015 sejam o quanto antes escrutinadas pelo Tribunal Constitucional para, em Setembro, saber com o que conta.

Se o TC aprovar, o recrutamento já foi bem feito, senhor presidente do PSD, por vezes PM?

Página seguinte »