Um dos faróis do empreendedorismo nacional lá se foi apagando.

Deu prémios, não sei se deu comendas, mas tem todo o ar disso.

E quantas vezes nos esfregaram na cara com um “sucesso” que, em boa verdade, não durou nem um punhado de anos, em grande parte graças ao hype mediático?

Ydreams. Dívidas de €18 milhões e com administrador judicial

A Ydreams solicitou um plano de revitalização especial junto do Tribunal do Barreiro para evitar a insolvência. Foram identificados 180 credores. O Novo Banco é o maior credor, com 7,75 milhões de euros.