Há aqueles marrões, tipo Passos, que detestam quando aparece alguém na turma que não se limita a decorar o que os professores dizem e se queixa quando alguma criatividade corre o risco de ser recompensada.

E há aqueles malandrecos, tipo Tsipras, que querem fazer mil e uma tropelias e exibir-se para a plateia, mas que se começam a lamuriar mal levam a primeira falta disciplinar e recado para casa.

 

Advertisements