Ou isso conta apenas quando se é aluno e cura-se quando se passa a professor?

Resta saber se o exemplo é real ou apenas colhido em alguns dos assessores do desgoverno para certas matérias.

“Não faz sentido que um professor dê 20 erros ortográficos numa frase”, diz Crato