… que chegou ao novo ano em quatro competições e não apenas em uma (e parece que se esqueceram dos jogadores que saíram e que o regresso do Nani não pode ocultar), subscrevo as palavras de Manuel José sobre as atitudes de um ex-responsável pelo catering da FPF:

José Eduardo não presta para nada, nunca prestou para nada na vida. É um anormal. Não tem qualquer moral para falar. Quem tem os interesses é ele e não o Marco Silva”, disparou o experiente treinador – à margem de um jogo solidário em Amarante -, que admitiu ter ficado logo com vontade de telefonar a Marco Silva para que este processasse José Eduardo.

“Tenho a maior simpatia pelo Marco Silva, é um grande treinador. Está a fazer um bom trabalho no Sporting mas infelizmente não se pode ganhar tudo. O Benfica está fora da Champions e da Taça de Portugal e não há contestação a Jorge Jesus. Espero que o entendimento entre ele e o presidente aconteça”, atirou.

*

Pouco mais tenho a dizer em relação a este indivíduo [José Eduardo]. Ele diz este tipo de coisas de um treinador como Marco Silva qye tem um percurso quase imaculado, e tem uma imagem intacta a nível moral e ético. Esse senhor vai ter de provar todas estas coisas que diz. Ele devia era dizer o que sabe porque só falar em projetos sem dizer qual é. Não acredito que o presidente do Sporting o tenha mandatado para seja que for. Não quero comentar porque não quero dar-lhe protagonismo a qualquer preço que é o que ele quer. A este tipo de pessoas, temos de dar-lhes um chuto para o lixo. É o que se deve fazer”, referiu em declarações prestadas à RTP Informação esta sexta-feira.

O Inácio, se não quiser fazer igual figura triste, é bom que continue calado e o presidente que arranje uma qualquer diversão para distrair o pessoal das argioadas sucessivas que tem andado a cometer.

Mais detalhes interessantes aqui.