… que pouco têm de novo. E discordo das “falências” enunciadas com escassa demonstração.

Ou seja, discordo em boa parte deste texto do José Matias Alves, que é coerente nas suas ideias, muitas das quais não partilho.

Não por causa de defender o modelo único e uniforme, mas exactamente pelo receio dos caciquismos que quererão impôr modelos de fora para dentro das escolas, tal como o MEC.

Municipalização da Educação? Um novo paradigma para o governo da educação