… e é verdade que o Governo paga aos senhores autarcas para dispensarem professores.

Governo paga aos municípios por dispensa de professores

Autarquias que aceitarem experiência-piloto passam a gerir currículos e professores e recebem 13 600 euros por cada docente a menos em relação ao número de referência.

Isto não me tranquiliza, pois parece que há quem queira discutir como se dividem os 30 dinheiros:

A Federação Nacional da Educação (FNE) declarou-se nesta sexta-feira indisponível para apoiar qualquer contrato negociado pelo Governo com as autarquias para descentralizar competências na educação que não envolva a participação dos sindicatos, tendo já pedido uma reunião ao ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato. No mesmo dia, a Federação Nacional dos Professores (Fenprof) também exigiu que seja tornado público e discutido o processo de municipalização do ensino.

Sinceramente, não me tranquiliza nada que existam muitos professores entre os autarcas. Em muitos caos, não há pior carrasco do que o ex-colega.

Esta é outra daquelas portas que, sendo aberta, vai ficar escancarada em pouco tempo.