…mas é certo que não dará demissões, nem no BdP, nem no Governo e nem por sombra de nuvem por Belém.

Entretanto, a imprensa vai fazendo o trabalho de casa, com algum atraso, diga-se de passagem, pois ninguém desconfiaria dos salgados (nem dos ulricos, já agora…) e se desconfiasse, tinha medo das consequências de dar isso a conhecer.

E parece ser pacífico que as declarações de muita gente antes do aumento de capital do BES foram feitas já com perfeito conhecimento da situação catastrófica do grupo e do banco.

~Pub18Out14

Público, 18 de Outubro de 2014