Basílio Horta ameaça protestar à porta do Ministério da Educação