… após a segunda reserva de recrutamento:

(…)

– as colocações só são conhecidas pelas escolas através das listas; na plataforma SIGRHE onde são pedidos os horários surge a indicação de que estão em processamento na Reserva de Recrutamento; em consequência, os docentes colocados na 6f não conseguem fazer a aceitação na plataforma (foi o que me informou um dos docentes) e as escolas não podem dar seguimento em casos de horários para os quais há necessidade de pedir substituição do docente que se apresentou e de imediato apresentou atestado médico;

– os horários de 6 horas continuam “válidos” mas supostamente deveriam ter ido para contratação de escola; há 15 dias que estão nesse ponto e os alunos sem aulas;

– da DGAE não há telefones para atender as escolas e a DGEstE nada sabe dizer para elucidar quanto ao que fazer; apenas pedem que lhes enviemos emails a relatar para que reencaminhem para a DGAE (do tipo posto de correios mas eletrónico).

(…)