• Maria de Lurdes Rodrigues condenada por prevaricação.
  • Nuno Crato a admitir publicamente um erro e a desdizer-se quanto à BCE.

Vamos ter esperança que não há 2 sem 3…