Domingo, 14 de Setembro, 2014


Meghan Trainor, All About That Bass

Anúncios

Na parte que ouvi, pareceu fazer um esforço por não entrar naquela coisa de pedir a demissão do ministro a toda a esquina do caminho como a Fenprof, ontem, já apareceu a reclamar.

Falou em números, erros do concurso e dos procedimentos.

Já em tempos da MLR disse que o “legado” dest@s ministr@s deve ficar bem à vista, sem demissões prematuras, que permitem desresponsabilizações.

Crato já está farto, por ele já se tinha ido embora. Nota-se ao quilómetro e eu sou míope.

Neste momento, muito mais importante, urge detectar as falhas, erros, denunciá-las e procurar resolver as situações dramáticas de muitos docentes e das próprias escolas e alunos.

E explicar ao maestro que não deve cirar as costas e negar o óbvio, mas, isso sim, aparecer nos ensaios e desempenhar o seu papel com um mínimo de brio.

Nuno Crato compara a Educação a uma orquestra

6 notas amigas a quem quiser reclamar da Bolsa de contratação de escola

Doutor Crato: faça as contas!

Associação denuncia “erro matemático” na colocação de professores

A Associação Nacional de Professores diz que, com base nos dados disponíveis, “chegou à única tese possível”: o MEC terá cometido “um erro informático” que levou a uma ordenação incorrecta dos docentes que esta segunda-feira começam a chegar às escolas.

IMG_6673IMG_6674IMG_6675

A forma da tigelinha para a açorda, faz perdoar o descuido no sal.

Página seguinte »