Já sabemos que o conceito de “normalidade” desta equipa ministerial é especialmente flexível.

Governo garante que arranque do ano letivo vai decorrer com normalidade no ensino especial

Ministério da Educação garante que nenhum aluno com necessidades educativas especiais vai ficar sem apoio

E depois há aquela coisa deliciosa de, na letra da lei, as NEE serem necessariamente permanentes, mas o SE Grancho dizer isto:

Em entrevista à rádio pública, João Grancho admite que caso as necessidades educativas sejam temporárias os apoios passem também eles a ser temporários.

Eu até concordo com ele… o problema é que eles não mudaram a legislação que diz o contrário.