“Metade do país” não teve oportunidade de salvar professores de horários-zero

Associação denuncia que nem todos os directores foram chamados a retirar do concurso de colocação os professores sem componente lectiva a quem, entretanto, se tornou possível atribuir turmas.Fenprof diz que o ministério assegurou que, se forem transferidos para outras escolas, os professores lesados regressarão de imediato à de origem depois da colocação, marcada para o “início da próxima semana”.