Que lógica tem pedir a isenção de algo que se paga?

E isso ser exigido apenas a alguns, por trabalharem no sector público, enquanto que ao pessoal do privado não se pede?