… e amanhã – que me valha a estatística aritmética!