Não era para levar a sério.

Era só palhaçada.

Se formos bem a ver, as negociações e o envio dos documentos eram só para animar a malta!

Era só uma brincadeira…

Pelo menos, garante-se, até final do mandato.