Quarta-feira, 18 de Junho, 2014


 

do Pepe Seguro e do Toni Costa?

 

 

Beats by Dre, The Game Before the Game

 

A desculpa actual da bateria de baterias de comentadeiros e outros entendidos é a humidade. “For those about to rock, we salute you!“.

Cambada de secas!

 

Demos por encerrada a questão e não se fala mais nisso. Foi um arrufo…

Nitrato-do-Chile

Vamos a meio, mas…

A avaliar quem já tem mestrado para a docência?

Com efeitos retroactivos a mais de seis meses de distância?

Não fosse este MEC tão dado a coisas como o rigor e a avaliação e tal e deixaria passar em claro, pois desconheço a competência específica destas pessoas.

Mas, se querem elevar-se a controlar o processo de ingresso na docência, acho que isto carece de aclaração… porque a antiguidade ou amizade não deveria ser um posto.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA
Direção-Geral da Administração Escolar
Despacho n.º 7949/2014
Em cumprimento do disposto no n.º 2 do artigo 16.º do Decreto Regulamentar n.º 7/2013, de 23 de outubro, que procede à terceira alteração do Decreto Regulamentar n.º 3/2008, de 21 de janeiro, alterado pelo Decreto Regulamentar n.º 27/2009, de 6 de outubro e pelo Decreto -Lei n.º 75/2010, de 23 de junho, por meu despacho, no uso de competência própria prevista naquele diploma, publica -se a nomeação dos vogais que constituem o Júri Nacional da Prova (JNP), prevista no artigo 22.º do Estatuto da Carreira dos Educadores de Infância e dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário:
1.º Vogal Efetivo — Licenciada Clotilde Ferrão da Silva Oliveira
2.º Vogal Efetivo — Licenciada Maria do Rosário Carvalho Caldeira Bonito de Campos Forte

1.º Vogal Suplente — Mestre Maria Manuela Moreira de Almeida Lima
2.º Vogal Suplente — Licenciada Ana Paula Ferrão da Silva Oliveira

O presente despacho produz efeitos a partir de 18 de novembro de 2013.
6 de junho de 2014. — A Presidente do JNP, Susana Monteiro da Câmara e Sousa.

Aguardam-se agora os teorizadores do sectarismo do TC.

TC rejeita pedido de aclaração do acórdão que manda repor salários

Tribunal só especifica que o acórdão produz efeitos a 31 de Maio, uma das dúvidas do Governo para o processamento dos salários. E avisa que não tem que andar a esclarecer o Executivo sobre como deve governar. A decisão foi subscrita pelos 13 juízes do TC.

Este pedido do Governo faz lembrar aqueles litígios de má fé ou as tácticas destinadas a atrasar os processos em Tribunal a ver se tudo prescreve. ou seja, a miudagem do desgoverno (inlcuindo alegados constitucionalistas) a dar o pior dos exemplos sobre como lidar com o sistema judicial.

Pagar mais para ter o melhor:

Charter school’s $125K experiment

.

Sugestão do Vítor Teodoro.

É um período muito interessante para a análise psicológica dos servidores de Iavé.

dead_cat

Imperial College London fiasco as students sitting exam find answers stapled to back

University students burst out laughing in the middle of a tough engineering exam when they became aware the answers were stapled to their tests.

The first year students at Imperial College London thought it was a stroke of luck when the exam mark scheme was left attached to their Operating Systems test paper.

At first the students kept their heads down when they spotted the error, but within minutes the 40 undergraduates were in fits of giggles.