… porque sempre se arranjam “envelopes financeiros” para tapar uns buracos, colocam-se técnicos superiores a dar aulas como se fossem formadores especializados e se a coisa correr mal aparece um fundo qualquer para encobrir a coisa e nunca é responsabilizado seja quem for.

O que eu gostava mesmo é que apresentassem dois ou três casos de evidente sucesso de municipalização da rede de ensino na Europa, com demonstração das vantagens.

Não digo que não existem… apenas digo que até ao momento não apareceu com clareza alguém a demonstrar de forma fundamentada que é uma solução que, a mais do que curto prazo para fazer inaugurações e uns floreados, tem mais vantagens do que inconvenientes.

Mas o que é capaz de ser mesmo uma xalente ideia é fazer empresas municipais para depois gerir a rede escolar municipal.

É o pogueguesso.

Pub3Jun14

Público, 3 de Junho de 2014