A norte do Mondego… a sul do Minho. E tenho por aqui mais um ou outro caso nas imediações deste…

Bom dia, colegas.

Há dias em que tenho dificuldade em calar a indignação… Porque não é com cada um de nós , mas é contra nós docentes sujeitos às arbitrariedades de quem possui poder e não tem decência …

Como se sentiriam se fossem o professor  de uma turma do 12º ano  (desde o 10ºano!) e o respetivo  diretor  de turma e deixassem de o ser a um mês do terminus do terceiro período, sob o argumento de que houve necessidade de reformular horários? Se essa disciplina  tivesse exame nacional daqui a um mês e meio? Se as notas que atribuíram não fossem  do agrado de alguns  pais? Se a turma em que isso sucedeu fosse a do filho do Presidente da CAP e candidato a diretor ? 

Mesmo que haja motivos, este terá sido o procedimento adequado’?

Não consigo calar a minha indignação… Ouçam o documento que vos envio… 

Bom trabalho!

A.

Alpinistas e outros Trepadores (Fernando Alves, Sinais, TSF)

http://www.tsf.pt/Programas/programa.aspx?content_id=903681&audio_id=3846237