Muito me divertem as piruetas dos politólogos de trazer por casa. Quem defendia a legitimidade revolucionária do povo ucraniano pós-europeu está contra a legitimidade do povo ucraniano pró-russo.

E vice-versa.

Só falta mesmo ir para lá alguém distribuir bandeirinhas da URSS.