Quarta-feira, 9 de Abril, 2014


Haim, The Wire

95% de confiança é multiplicar e dividir por 39 nas contas de coisas futuras acontecidas aleatoriamente?

 

TRON

 

 

 

Isto é por causa do aplauso colectivo: o conjunto aplaude medusas e gárgulas e mântuas e óbvias insectas.

Ou, na dúvida, aplaude: só se vive eternamente se não se defuntar eternamente agora.

 

Vou ter sete dias úteis de descanso de actividades lectivas ou reuniões. Há colegas que terão apenas seis ou até cinco. Não me parece nada excessivo ou um privilégio profissional especial, após o desgaste de um muito longo segundo período e antes de um terceiro que será um verdadeiro sprint.

É uma indispensável pausa para respirar.

Mas há aqueles colegas a quem algumas direcções querem obrigar a ir todos os dias à escola cumprir a componente não lectiva, não tendo eu percebido se decidiram incluir nessa designação a componente de trabalho individual.

Gostava de saber o que o analista Nuno Crato, que falava em 2010 em “comissários políticos” enviados pelo ME de então às escolas sob a forma de inspectores ou equipas de apoio para intimidar os professores e limitar a sua liberdade, acha(ria) deste tipo de atitude por parte de direcções a quem se pretende dar ainda maior “autonomia”.

Eu não consigo aceitar como boa a “autonomia” de um transformada em prepotência sobre todos os outros.

 

Estudante esfaqueou 19 colegas numa escola dos EUA

Quatro dos feridos em estado crítico. Ataque junta-se a longa série de tiroteios que frequentemente provocam mortes em estabelecimentos de ensino.

Página seguinte »