Por respeito à idade e ao facto de ser uma senhora, omito o vernáculo que borbotou pela minha mente ao ler esta notícia.

A ideia é daquelas geniais, em especial porque quem recebe directamente o salário no banco está obrigado a levantar dinheiro para coisas supérfluas como…. comer!!!

A presidente do Conselho de Finanças Públicas (CFP), Teodora Cardoso, propôs hoje nas jornadas parlamentares do PSD a criação de uma taxa a incidir nos levantamentos de dinheiro de contas onde os cidadãos recebam salários e pensões.

Admitindo que tal imposto “não existe em lado nenhum” e é apenas uma ideia, que está a ser discutida por exemplo em Inglaterra, Teodora Cardoso apresentou a proposta aos parlamentares do PSD no primeiro dia das jornadas parlamentares do partido, a decorrer em Viseu.

Bem… vou ceder apenas a uma pequena tentação: com todo o devido respeito… e se fosse para o raio que a parta?

captain-haddock