… porque, afinal, sempre são mais longos do que os relvados.

Decreto-Lei n.º 43/2014

Cria os cursos técnicos superiores profissionais, como formação superior de curta duração nãoconferente de grau..
,
O preâmbulo é daquelas peças auto-justificativas divertidas, destinadas a explicar que o que aí vem é igual ao que já existe, só que abrindo mais a porta para o financiamento destinado à formação ir para as empresas.
.
Curta
.
A formação é superior, mas não confere graus, apenas minutos. Valoriza-se a investimento feito, mas muda-se o nome à coisa, pois sempre circula novo papel timbrado.
.
Isto não é nenhum preconceito contra este tipo de formação, apenas a constatação de que já existia nos seus aspectos essenciais e que isto é uma manobra de diversão.